Taxas nas transações. APED apoia limites

Medida recentemente adotada passa por harmonizar as taxas das comissões interbancárias praticadas nos Estados-membros

A aplicação dos limites impostos por Bruxelas às comissões pagas à banca pelas transações com cartões de pagamento entrou em vigor recentemente e a Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) aplaudiu esta medida, considerando que mesma irá resultar em benefícios para os comerciantes e consumidores.

“Esta decisão tomada a nível europeu permitirá corrigir as distorções concorrenciais que existiam há muito tempo em Portugal, mitigando diferenciais injustificáveis nos valores das comissões pagas pelas transações com cartões de pagamento nos diferentes países, ficando assim as empresas portuguesas em pé de igualdade com as congéneres europeias. É importante recordar que as comissões interbancárias cobradas aos comerciantes em Portugal eram das mais altas em toda a Europa”, refere em comunicado Ana Isabel Trigo Morais, diretora-geral da APED.

A medida recentemente adotada passa por harmonizar as taxas das comissões interbancárias praticadas nos Estados-membros, com as transações com cartão de débito a serem balizadas num máximo de 0,2% por transação e num máximo de 0,3% no caso de pagamento com cartão de crédito.

OJE

Recomendadas

PRR, mesmo sem inflação, sofreria dos mesmos problemas

Execução da bazuca enfrentaria dificuldades com burocracia e mudanças na economia global, reforçando papel dos contabilistas.

Cabo Verde quer reforçar combate à pobreza com aumento de 25% da taxa turística

Governo liderado por Ulisses Correia e Silva prevê arrecadar 8,6 milhões de euros com o aumento da taxa, que serão canalizados para o fundo de financiamento Programa Mais, Mobilização pela Aceleração da Inclusão Social, concebido para apoiar projetos de combate à pobreza extrema e exclusão social, segundo a Forbes África Lusófona.

Receitas do turismo estão 14% acima das do pré-pandemia

Os resultados até agora obtidos são animadores, contudo a crescente subida dos preços traz alguma apreensão