Tecnológicas voltam a desanimar Wall Street

O índice Nasdaq é o mais penalizado no início da sessão desta sexta-feira, com uma queda superior a 1%. É dia de ‘quadruple witching’. As ações da startup automóvel Rivian tombam 12,74%, enquanto as da empresa de logística FedEx avançam 8,12% após divulgar contas.

A bolsa de Nova Iorque abriu a sessão desta sexta-feira, dia de Quadruple Witching, em terreno negativo, novamente penalizada pelas quedas das cotadas do sector tecnológico.

Wall Street começa o dia com os principais índices no encarnado, nomeadamente o industrial Dow Jones, que perde 1,05% para 35.520,66 pontos, o financeiro S&P 500, que cai 1,04% para 4.620,17 pontos, e o tecnológico Nasdaq, que desce 1,17% para 15.003,50 pontos. Por sua vez, o Russel 2000 desvaloriza 1,21% para 2.126,50 pontos.

“No seio empresarial de notar a queda da Rivian, depois da startup de veículos elétricos ter referido que não vai atingir a meta de produção deste ano e mostrado contas aquém do esperado. Já a FedEx e a Winnebago estão animadas depois de terem mostrado números trimestrais”, exemplifica Ramiro Loureiro, trader do Millennium bcp, numa nota de mercado.

As ações da Rivian tombam 12,74% para 95 dólares, enquanto as da empresa de logística FedEx avançam 8,12% para 257,96 dólares e as Winnebago, fabricante de autocaravanas, sobem 2,04% para 69,24 dólares.

A baixa nos mercados financeiros norte-americanos surge depois de um rally que se seguiu ao anúncio da Reserva Federal de um plano mais agressivo para desacelerar as compras de ativos e de que espera aumentar as taxas de juros por várias vezes em 2022.

Por sua vez, a presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, anunciou ontem que o PEPP [Programa de Compra de Emergência Pandémica] termina em março de 2022 e que o APP [programa de compra de ativos] terá um aumento para 40 mil milhões de euros por mês, o que “representa uma redução significativa”, conforme destacam os analistas do Bankinter, em research. “Esperamos uma ligeira tomada de mais-valias. Com o fim da tensão desta semana, é natural que as bolsas se movimentem mais lentamente a partir de agora”, sublinham, relativamente às bolsas.

O preço do ‘ouro negro’ está a cair quase 2%. O preço do WTI, produzido no Texas, está a perder 1,82% para os 71,06 dólares por barril, enquanto a cotação do barril de Brent está a desvalorizar 1,79% para os 73,68 dólares.

Quanto ao mercado cambial, o euro está a cair 0,30% para os 1,1294 dólares, enquanto a libra esterlina recua 0,32% face à moeda dos Estados Unidos, para os 1,3277 dólares.

Recomendadas

Juros da dívida de Portugal sobem a dois, cinco e dez anos

Os juros de Espanha e Irlanda desciam a dois anos e subiam a cinco e a 10 anos, enquanto os da Grécia avançavam a dois e a dez anos e recuavam a cinco anos.

PSI inicia sessão no ‘verde’ em linha com a generalidade dos mercados europeus

A bolsa de Lisboa está em terreno positivo no início da sessão desta quinta-feira, estando a subir 0,48% para 5.470,41 pontos, num dia de ganhos ligeiros na Europa. O BCP lidera o índice português, ao ganhar 1,66% para 0,1345 euros, seguido da Altri, que sobe 0,89% para 5,12 euros. No sector energético, o desempenho é […]

Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta quinta-feira

O Banco de Portugal divulga esta quinta-feira o Boletim Económico de outubro, A expectativa quanto a estas previsões é significante, especialmente depois da pressão do Presidente da República para que o Governo divulgasse as projeções macroeconómicas antes de anunciar o Orçamento do Estado para 2023.
Comentários