TecStorm liga empresas e estudantes

Neste Innovation Talk com o SuperToast by Instinct, Joana Ribeiro Alves e Margarida Santos do JUNITEC – Júnior Empresas do Instituto Superior Técnico, explicam como o hackathon TecStorm tem ligado empresas a estudantes com soluções inovadoras, e partilham as expectativas para a para a 7ª edição desta competição, cujas inscrições já estão abertas.

Neste Innovation Talk, conversámos com Joana Ribeiro Alves e Margarida Santos do JUNITEC –  Júnior Empresas do Instituto Superior Técnico, a propósito do hackathon TecStorm.

As inscrições para a 7ª edição deste hackathon estão abertas a partir de 29 de novembro de 2022 e o evento final será em abril de 2023.

Nesta competição, estudantes de todo o país vão desenvolver soluções inovadoras em 4 áreas de impacto: desenvolvimento sustentável, soluções energéticas, conectividade 5G e saúde digital.

Este ano, são mais de 50 as empresas e organizações que se associaram a esta iniciativa.

O objetivo do TecStorm é que haja “uma proposta de valor grande para as empresas, que é o contacto direto com estudantes ambiciosos e bastante inovadores”.

 

Entrevista original publicada em SuperToast by INSTINCT.
Também disponível em Newsletter e Podcast.

Recomendadas

Exclusivo: Bónus milionário da CEO da TAP não é válido

O contrato assinado entre a TAP e a gestora francesa Christine Ourmières-Widener prevê um bónus que pode chegar a três milhões de euros no prazo de cinco anos, revela o documento, a que o Jornal Económico teve acesso. No entanto, o contrato não será válido, uma vez que uma das suas cláusulas prevêem que teria de ser aprovado pela Assembleia Geral da TAP SGPS, algo que nunca chegou a acontecer.

Pampilhosa da Serra assina novo contrato para assegurar transporte de passageiros

O município da Pampilhosa da Serra, no interior do distrito de Coimbra, vai pagar mensalmente mais de 15 mil euros a uma empresa para assegurar o serviço de transporte público de passageiros nas linhas que funcionam atualmente.

Martifer com contrato de 68 milhões para fazer viadutos ferroviários em Birmingham

“O fabrico da estrutura metálica será realizado maioritariamente no pólo industrial do grupo Martifer, em Oliveira de Frades, permitindo reforçar a vertente exportadora do grupo Martifer, que atualmente representa mais de 85 % do volume de negócios do segmento de estrutura metálica em Portugal”, refere a empresa.
Comentários