Tem este modelo de telemóvel? Prepare-se para ficar sem Whatsapp já em janeiro

A maioria dos dois mil milhões de utilizadores do WhatsApp em todo o mundo não será atingida pela mudança, embora a “pequena” fração acabe por afetar milhões de pessoas em todo o mundo. Em 2020, uma atualização semelhante viu o WhatsApp tomar a “difícil decisão” de encerrar o suporte para smartphones ainda mais antigos.

A nova aplicação promovida pelo Whatsapp, aplicação de mensagens detida pelo Facebook, fará com que milhões de utilizadores percam o acesso ao serviço. iPhones e Androids que tenham um sistema operativo igual ou inferior ao iOS 9 ou ao Android 4.0.3 deixarão de poder suportar um dos serviços de mensagem mais populares do mundo, segundo o “The Independent”.

Isto significa que todos os modelos de iPhone até ao iPhone 4 não serão compatíveis com o WhatsApp, pois esses smartphones já não são capazes de atualizar o atual sistema operativo para o iOS 9. Ainda assim, os iPhone 4S, iPhone 5, iPhone 5S, iPhone 6 e iPhone 6S foram todos lançados antes do iOS 9, e poderão atualizar para o sistema operacional mais atual caso ainda não o tenham feito, podendo continuar a usar o Whatsapp.

Os telefones Android que perderão o suporte para WhatsApp incluem o Samsung Galaxy S2, o HTC Desire e o LG Optimus Black.

A maioria dos dois mil milhões de utilizadores do WhatsApp em todo o mundo não será atingida pela mudança, embora a “pequena” fração acabe por afetar milhões de pessoas em todo o mundo. Em 2020, uma atualização semelhante viu o WhatsApp tomar a “difícil decisão” de encerrar o suporte para smartphones ainda mais antigos.

Adicionalmente, a gigante das mensagens também atualizará os seus Termos de Serviço no próximo ano, forçando os utilizadores a concordar com as novas regras de privacidade para continuarem a usar a aplicação.

No início deste mês, o WhatsApp confirmou ao “The Independent” que todos os utilizadores “devem concordar” com os novos termos até ao dia 8 de fevereiro de 2021 ou perderão o acesso ás suas conversas na aplicação.

Recomendadas

Saiba que erros evitar na gestão das finanças pessoais

Faça um Plano Financeiro. Defina objetivos a curto, médio e longo prazo, mas que consiga cumprir. Quantifique-os e defina prazos. Calcule pequenas metas a curto prazo para os atingir e mantenha-se focado nesses objetivos, sem ser demasiado ambicioso.

PremiumEconomia abranda, mas desemprego resiste

A economia voltou a desacelerar no terceiro trimestre, mas o mercado de trabalho parece estar a resistir. Inflação já pressiona empregadores, mas desemprego mantém-se em níveis baixos.

Salários reais caem pela primeira vez neste século e deixam milhões de trabalhadores em dificuldades

Há milhões de trabalhadores em dificuldades: os salários reais têm caído, pelo que são precisas, avisa a OIT, medidas que protejam o poder de compra. Em Portugal, o Governo já ajustou, por exemplo, a trajetória do salário mínimo com essa intenção em mente.
Comentários