“Têm todos de sair, não é só a primeira-ministra”, afirma PM da Escócia face à moção de censura de May

”Hoje é um exemplo claro de que o Reino Unido está perante o caos”, escreveu a PM escocesa no Twitter, no dia em que Theresa May enfrenta uma moção de censura.

Momentos antes de Theresa May falar aos britânicos, em frente ao número 10 da Downing Street, a Primeira Ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, reagiu no Twitter perante o anúncio da moção de censura dos conservadores contra Theresa May.

Nicola Sturgeon, e o seu  Partido Nacional Escocês, são a favor da permanência do Reino Unido na UE — e a favor da Escócia, independente no espaço europeu.

“Hoje é um exemplo claro de que o Reino Unido está perante o caos e uma crise exclusivamente por causa de uma guerra civil imoral dentro do Partido Conservador. Tão egocêntricos que eles são. Têm todos de sair, não é só a primeira-ministra”, escreveu.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou esta quarta-feira que não se vai demitir, defendendo que uma mudança na liderança iria comprometer o processo de saída do Reino Unido da União Europeia (UE). O anúncio da líder do Partido Conservador acontece numa altura em que enfrenta uma moção de censura interna do partido à sua liderança.

Relacionadas

Theresa May: “Uma mudança de liderança não seria do interesse do Reino Unido”

A líder do Partido Conservador considera que um novo líder iria atrasar as negociações do Brexit e comprometer todo o processo. Theresa May enfrenta uma moção de censura interna do partido à sua liderança do processo de saída do Reino Unido da União Europeia (UE).

Brexit: Deputados conservadores apresentam moção de censura a Theresa May

A primeira-ministra britânica, Theresa May, vai enfrentar esta terça-feira uma moção de censura interna do partido Conservador à sua liderança, anunciou hoje um membro do partido.

Respostas Rápidas: Como é que o Reino Unido chegou à crise em que se está a afundar?

Razões históricas mas também de política interna motivam uma situação que está a extremar-se para lá das mais radicais das previsões.
Recomendadas

Covid-19: Human Rights Watch pede respeito pelos direitos de manifestantes na China

A Human Rights Watch defendeu hoje que o Governo chinês deve respeitar os direitos de todos aqueles que protestam pacificamente contra as restrições no combate à pandemia de covid-19.

Covid-19: Testes deixam de ser recomendados a pessoas sem sintomas e internados com visitas

Os testes à infeção com o coronavírus SARS-CoV-2 deixaram de ser recomendados a pessoas sem sintomas de infeção e doentes internados com covid-19 passam a poder receber visitas, avançou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Plataforma da A23 e A25 indignada com ausência da abolição de portagens no OE2023

Em comunicado, a plataforma salientou que “foi sem surpresa, mas com indignação”, que confirmou que “o Governo e o partido (PS) que o suporta na Assembleia da República aprovaram o Orçamento do Estado para 2023, sem nele incluírem a suspensão ou abolição das portagens nas Scut da Beira Interior (A23, A24 e A25)”.
Comentários