Testes de stress à banca deixam Wall Street indefinida

Fed anunciou resultados dos testes de stress às maiores entidades financeiras a funcionar nos EUA e Wall Street ‘acordou’ sem tendência definida.

Reuters

O mercado norte-americano negoceia em terreno misto, com ganhos no índice financeiro e industrial a contrariar os deslizes na tecnologia. O índice tecnológico registou na sessão de ontem a sua melhor performace desde o dia 7 de novembro, o dia antes da eleição do agora presidente Donald Trump.

Os analistas falam numa retirada de investidores na área das tecnologias, fomentada pela dúvida em relação às altas avaliações do setor.

O Dow Jones valoriza 0,11% para 21.478,72 pontos, o Nasdaq desvaloriza 0,35% para 6.212,309 pontos e o S&P500 tem evolução positiva de 0,05% para 2.442,09 pontos.

Os títulos dos seis maiores bancos norte-americanos subiram depois da Reserva Federal ter deixado de pressionar as entidades, o que lhes permitiu “aumentar os pagamentos de dividendos e as recompras de ações”, noticia a agência Reuters.

“Os bancos estarão no centro das atenções hoje, já que todos os bancos dos EUA passaram o teste de stress”, disse Peter Cardillo, economista-chefe da First Standard Financial, em Nova York, à agência.

Os preços do petróleo subiram, pela sexta sessão consecutiva, para um máximo de duas semanas. O animo no sector prende-se com as notícias vindas dos EUA, que anunciaram ontem uma quebra nas reservas de gasolina e destilados, o que vem aliviar as preocupações relacionadas com o excesso de oferta da matéria.

Os dados macroeconómicos dos EUA, revelados hoje, mostram uma desaceleração menos acentuada do que o previsto no primeiro trimestre. O PIB dos EUA foi revisto em alta, estimando-se agora que cresça em torno dos 1,4%.

À medida que o ano avança, melhora a perspetiva do PIB para este ano nos EUA. A terceira revisão associada ao Produto Interno Bruto norte-americano trouxe uma perspetiva em alta de 1,4%,. O PIB dos EUA entre janeiro e março cresceu 1,4%, quando a perspetiva é que o crescimento fosse apenas de 0,7%.

 

Recomendadas

Wall Street fecha mista com Nasdaq no ‘verde’ depois da mensagem de Powell

Recorde-se que o presidente da Reserva Federal (Fed), Jerome Powell, antecipou subidas das taxas de juros mais moderadas nos Estados Unidos a partir de dezembro.

Fitch: Crise energética e custo de financiamento conduzem a recessão na Europa Ocidental ainda este ano

A agência de rating estima que o crescimento real médio do PIB da região é de apenas 0,8% em 2023, significativamente abaixo dos 3,8% em 2022. “Acreditamos que a zona do euro entrará em recessão a partir do quatro trimestre de 2022”, acrescenta.

PSI encerra no ‘verde’ com apenas duas cotadas a cair

O BCP derrapou 2,42% para os 0,1490 euros e a Galp recuou 0,13% para os 11,77 euros. Em sentido contrário, quem mais ganhou foi a Semapa (+3,63% para 14,86 euros), seguida da EDP (+2,70% para os 4,64 euros), da EDP Renováveis (+2,54% para os 22,61 euros) e da REN (+2,17% para os 2,585 euros).
Comentários