‘The New Art Fest’ vai digitalizar Lisboa

Até dia 10 a realidade aumentada e a arte digital vão andar pelas ruas de Lisboa, e participar na Web Summit.

O ‘The New Art Fest’ vai estar nas ruas de Lisboa com as iniciativas ‘Second City’ e ‘Bit Street’, até dia 10, em que  junta arte e tecnologia. Por exemplo, se entrar na livraria Sá da Costa, no Chiado, vai encontrar um livro de Fernando Pessoa a que apontar o telemóvel e abre a aplicação Layar. A partir daí pode fechar os olhos e viajar ao som da voz de João Villaret a declamar o poema ‘Tabacaria’, de Álvaro de Campos.

O objetivo da ‘Secon City’, segundo o diretor artístico do festival, António Cerveira Pinto, em declarações ao Diário de Notícias, é “lançar a discussão de até que ponto é possível criar uma espécie de segunda cidade virtual, composta de sons, imagens, etc., em que o menu de entrada não é o do meu computador ou telemóvel, mas o da própria cidade. São as próprias esquinas, os próprios elementos da cidade que podem transformar-se numa espécie de portas da perceção”.

A livraria Sá da Costa será um dos vários pontos de realidade aumentada deste festival, mas atreva-se a passear pela Praça Luís de Camões e a espreitar para a montra da loja Diesel. Vai encontrar um painel digital com uma obra de Miguel Palma, um dos cerca de 40 artistas participantes. Na Vista Alegre está Carlos Noronha Feio. Aqui a iniciativa é a ‘Bit Street’, que espalha painéis digitais pela zona do Chiado e ecrãs na entrada do Mercado da Ribeira, onde estará um vídeo a 360º de Axel Morin.

O Festival vai, também, marcar presença na Web Summit com três obras, de artistas portugueses, no pavilhão da conferência de tecnologia. “Uma instalação interativa de realidade virtual de André Sier e um vídeo de Margarida Sardinha”, diz  António Cerveira Pinto.

O Museu Nacional de História Natural e da Ciência recebe  uma exposição e projeções audiovisuais, e dia 10 um seminário sobre arte cognitiva avançada com o artista Rudolfo Quintas. E, esta sexta feira, à noite, Alexandra Cárdenas e Ryan Kirkbride vão estar no Time Out Studio, no Mercado da Ribeira, com música em tempo real, numa performance de live coding .

Recomendadas

Web Summit. Preço dos bilhetes deverá chegar aos 1.500 euros

Fundador da conferência global de tecnologia Web Summit, Paddy Cosgrave, estimou hoje que já tenham sido vendidos 55 mil bilhetes para o evento, falando em preços que chegarão aos 1.500 euros esta semana.

Web Summit invadiu meios de comunicação social

Entre o dia 5 e 13 de novembro publicaram-se 4804 notícias, 3184 na internet, 776 em televisão, 400 em imprensa escrita e 444 na rádio.

cleverti: tecnológica 100% portuguesa com crescimento de 35%

A cleverti, empresa tecnológica 100% portuguesa já está presente em vários países mas pretende expandir para outros mercados. Presente na Web Summit demonstrou como pode ajudar empresas inovadoras a implementar os seus projetos.
Comentários