The Newsroom é a melhor startup fundada por uma mulher

Saiba quem são empresárias e empreendedoras do sector tecnológico que foram premiadas na última edição dos “Portuguese Women in Tech Awards”.

A empresa portuguesa The Newsroom, que procura combater a disseminação de desinformação e discursos de ódio online, foi este fim de semana premiada como a melhor startup fundada por uma mulher, tendo vencido a categoria “Best Startup in Portugal started by a Woman” nos “Portuguese Women in Tech Awards 2022”.

A quinta edição consecutiva destes galardões distinguiu esta startup e dez mulheres que, na opinião de um painel de juradas constituído por Susana de Sousa, Sofia Matos, Sílvia Coimbra, Ana Margarida Trigo e Manuela Doutel Haghighi se distinguem no sector tecnológico em Portugal. A lista de vencedoras surge após a análise do percurso profissional de 44 nomeadas em onze categorias.

“Ano após ano, orgulhamo-nos de premiar as mulheres que deram e continuam a dar cartas na tecnologia. Ainda predominantemente associada aos homens, é uma área para a qual continua a fazer sentido atrair rostos femininos, assim como reconhecer o seu trabalho e assinalar as suas conquistas”, começou por referir a cofundadora da Portuguese Women in Tech, em comunicado divulgado esta segunda-feira aos meios de comunicação social.

Liliana Castro ressalva que tem notado “alguma mudança, mas ainda há um longo caminho a percorrer até à igualdade de género”. “Como comunidade, estaremos aqui nos próximos anos a valorizar e a apoiar quem ajuda a alavancar muitas empresas do sector”, garante.

Quem foram as vencedoras?

  • Daniela Braga, fundadora e CEO da Defined.ai, na categoria “Founder / Co-Founder”
  • Mafalda Garcês, country leader e diretora de Pessoas Sénior da Dashlane, na categoria “People, Culture & Talent Acquisition”
  • Mariana Barbosa, responsável de Relações Públicas e Comunicação da Coverflex, na categoria de “Community Lead”
  • Sandra Ferreira, diretora de Transformação Digital da Universidade Europeia, na categoria de “Business Operations & Innovation”
  • Mafalda Sampaio Soares, responsável de Crescimento e Negócio da Acceleration, na categoria de “Revenue, Growth, Marketing & Sales”
  • Fernanda Veiga, consultora sénior de Experiência do Cliente da Deloitte, na categoria de “Customer Experience”
  • Andreia Pais, programadora sénior da HiJiffy, na categoria “Engineering”
  • Filipa Castro, cientista de dados da Continental, na categoria “Data & Analytics”
  • Susan Greco, product owner da Turbine Kreuzberg, na categoria “Product Manager”
  • Sara Caldas, designer sénior de Produto da Coverflex, na categoria “Designer”

Fundada em 2016 por Liliana Castro e Inês Santos Silva, a comunidade Portuguese Women in Tech nasceu com o intuito de atrair mais mulheres para a tecnologia e apoiar as mulheres a trabalhar na área.

Recomendadas

Venezuela prepara acordos com petrolífera Chevron após alívio de sanções

A Venezuela anunciou hoje que vai assinar, nas próximas horas, acordos com a petrolífera norte-americana Chevron para impulsionar o desenvolvimento local de empresas mistas (capital público e privado) e a produção de petróleo.

“Via Verde rejeita categoricamente qualquer acusação de burla” que circule no Portal da Queixa

“Sempre que um cliente passa numa portagem e a transação falha, a Via Verde comunica diretamente com o cliente a dar conta de um eventual problema”, justifica. “Este alerta visa sempre proteger os clientes. Se o problema for confirmado, o cliente pode subscrever um plano Via Verde ou, se assim preferir, comprar um identificador novo”, esclarece fonte oficial da empresa ao JE.

ORES Portugal compra três hipermercados por 26,2 milhões que alugará ao Continente

Os três ativos imobiliários são objeto de contratos de arrendamento de longa duração com o Continente, do grupo Sonae, segundo um comunicado da SIGI do Bankinter e da Sonae Sierra.
Comentários