TMT: o epicentro da Economia Digital

A concorrência no seio do setor da Tecnologia, Media e Telecomunicações (TMT) é cada vez maior, com crescentes expetativas da sociedade relativamente aos benefícios (e desafios) que o ambiente digital poderá proporcionar.

As fronteiras entre a tecnologia, os media e as telecomunicações estão a desaparecer face à disrupção digital e a convergência de forças é inevitável e está a concretizar-se a um ritmo alucinante através da fusão de conhecimento e competências.

No setor de telecomunicações, os operadores encaram a chegada do 5G com muito otimismo, mas só uma abordagem holística para a revisão organizacional permitirá que as telcos floresçam num ambiente cada vez mais dinâmico. As organizações vão diferenciar-se nesta era digital com base na demonstração de capacidade de desenvolvimento exponencial. Os modelos de negócios têm que se ajustar às expetativas da sociedade para assegurar crescente conetividade num ambiente em que existe um claro trade-off entre os benefícios da experiencia digital e a crescente concessão de acesso a dados. E neste contexto é fundamental assegurar um ecossistema digital seguro pelo que o papel da cibersegurança é crítico.

Para as empresas de media e entretenimento, o movimento digital está a transformar todas as facetas do seu negócio. As fontes de receita multiplicam-se ao nível das plataformas. A disponibilidade de banda larga e a popularidade dos smartphones e tablets mudaram a procura. Novas plataformas exigem capacidade de criação de conteúdos, visíveis à hora e no local que cada um escolher. Esta será provavelmente a face mais visível da transformação digital para a generalidade da sociedade.

E a tecnologia está a exponenciar toda esta dinâmica. A robótica, a inteligência artificial ou a criação de processadores quânticos, que são capazes de analisar e processar informação ou cálculo à “velocidade da luz”, permitem antecipar em centenas ou milhares de anos as análises e descobertas com aplicações diversas na sociedade. O blockchain é sem dúvida uma das dimensões tecnológicas mais fascinantes e com maior impacto neste movimento de digitalização.

Em conjunto todas estas vertentes do setor TMT estão a criar um ambiente totalmente disruptivo para qualquer outro setor, seja financeiro, saúde, industria, ou qualquer outro. Todos beneficiam e em todos é a capacidade de inovação que permite diferenciar organizações e exponenciar negócios. E criar negócios que ainda não conhecemos.

Estamos a viver um movimento absolutamente vertiginoso. É difícil fazer previsões, mas nos próximos 5 anos, poderemos evoluir em todas estas vertentes mais que nos últimos 50, sem que seja possível antecipar as mais diversas formas de materialização dos benefícios da digitalização, dos desafios, mas certamente o futuro reserva-nos uma evolução da humanidade nunca testemunhada.

Em suma, a convergência de todas as forças geradas no setor TMT é o epicentro da Economia Digital.

Se tem interesse em receber comunicação da EY Portugal (Convites, Newsletters, Estudos, etc), por favor Clique aqui

Recomendadas

A adoção de cloud nas organizações

A adoção de cloud é vital para a transformação digital, adotando tecnologias disruptivas e otimizando as organizações.

O arquivo eletrónico e a desmaterialização de faturas e documentos

Os requisitos técnicos e legais referentes à desmaterialização de faturas e demais documentos fiscalmente relevantes, e de constituição do arquivo eletrónico, foram definidos com a publicação do Decreto-Lei n.º 28/2019, de 15 de fevereiro.

Reinventar o SNS

Colocam-se ao SNS desafios associados ao envelhecimento populacional, à maior prevalência de doenças crónicas, ao maior consumo de cuidados de saúde e à maior exigência dos utentes.
Comentários