Todo o glamour dos loucos Anos 20

A nova coleção da MESH engloba peças modernas, confortáveis e funcionais, em prata e prata banhada a ouro, em que toda a prata usada é de origem reciclada. Tem como inspiração a mística dos loucos Anos 20 do século passado.

A MESH é uma marca de joalharia portuguesa fundada no Porto, por dois irmãos, João e Tiago Barbosa, que sendo a terceira geração de uma família de ourives, fabricante para marcas e grossistas há mais de 60 anos, sentiram necessidade de criar uma marca para terem voz no setor.

Em 2016 criaram a MESH e começaram a vender em mercados ao fim de semana. Ao fim de um ano abriram a primeira loja e pouco tempo depois a segunda. Em 2019, foi eleita a melhor ourivesaria em Portugal pelo conceito disruptivo de loja física dedicada a este segmento.

É uma marca inspirada na mulher, com peças para o dia a dia e intemporais, perfeitas para refletir a individualidade e personalidade de cada uma. São peças modernas, confortáveis e funcionais, em prata e prata banhada a ouro, em que toda a prata usada é de origem reciclada.

As peças da sua nova coleção, La Folie, são desenvolvidas a partir de zircônias com um elegante acabamento polido que torna as peças ainda mais bonitas e apetecíveis. Com formas orgânicas que remetem aos elementos reconhecíveis daquela época, pode usar puro luxo em volta do pescoço, mãos e orelhas.

Inspirada na década mais selvagem da História, La Folie celebra os loucos anos 20 do século passado, remetendo para  glamour e luxo e enfatizando a femme fatale.

Confira as sugestões na Galeria.

Venda online Aqui

Recomendadas

“Trair e Coçar é só começar” vai ter dois ensaios solidários

O público português tem a oportunidade de assistir aos últimos ensaios antes da grande estreia e apoiar, assim, duas associações de solidariedade.

PremiumPara saudar o regresso de um majestoso Jaen

Serve este texto para saudar a aposta de um produtor do Dão, a Caminhos Cruzados, integrada há cerca de dois anos no grupo da Quinta da Pacheca (no Douro), na comercialização de um monovarietal de uma das castas mais singulares que se produzem em Portugal: a Jaen (Mencia, em Espanha). Há quem diga que em relação à Jaen, ou se ama ou se detesta.

PremiumFada ou bruxa? Uma duquesa que incomoda muita gente

Sociopata narcisista”. Uma classificação nada abonatória, mas é assim que é descrita Meghan Markle por ex-funcionários do Palácio de Buckingham que trabalharam para os duques de Sussex, segundo o que é revelado no novo livro de Valentine Low, que escreve sobre assuntos reais para o “The Times”.
Comentários