Tomás Correia saiu da Fundação Montepio

À frente da fundação ficará Virgílio Lima. No almoço de natal, que ocorreu no sábado, Tomás Correia disse que não manteria qualquer ligação ao Montepio “porque não estão reunidas as condições para isso”.

Tomás Correia não fica à frente da Fundação Montepio, tal como o Jornal Económico avançou no domingo.

No almoço de natal, que ocorreu no sábado, Tomás Correia disse que não manteria qualquer ligação ao Montepio “porque não estão reunidas as condições para isso”.

Ao contrário do que chegou a ser avançado, o ex-presidente da Associação Mutualista Montepio Geral não se mantém na presidência da Fundação e saiu de todos os cargos neste domingo.

À frente da Fundação Montepio ficará Virgílio Lima, que substitui Tomás Correia como presidente da Associação Mutualista.

Não há tradição de presidentes da Mutualista saírem dos cargos e ficarem na Fundação. No caso de Costa Leal e de Silva Lopes a saída da presidência da Associação foi acompanhada da saída da presidência da Fundação Montepio, e Tomás Correia não será exceção.

A Fundação tem uma dotação de um milhão de euros, e cerca de metade é para a frota solidária.

 

Relacionadas

Tomás Correia sai ao fim de 16 anos da Associação Mutualista Montepio Geral

A Associação Mutualista que Tomás Correia deixa neste domingo, dia 15, é uma associação que está a perder associados. O histórico presidente da Mutualista foi ovacionado por mais de 2 mil colaboradores no almoço de natal. O futuro do grupo Montepio Geral começa agora.
Recomendadas

Portugal corre risco de “desvantagem competitiva” na Europa sem investimento público no 5G, alerta CEO da Ericsson

Andrés Vicente, CEO da Ericsson Iberia, analisou as verbas destinadas ao investimento no 5G (que constam nos Planos de Recuperação e Resiliência) e considera que Portugal corre o risco de partir atrás na transição digital europeia. “Tal não será suficiente para aproveitar todo o potencial do 5G e pode abrir uma desvantagem competitiva com outros países”, disse aoJE.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quinta-feira.

BBC vai despedir 382 trabalhadores ao redor do globo

O objetivo é apostar nas novas audiências, que cada vez mais procuram os meios digitais, alega a BBC. A líder de uma união de defesa dos trabalhadores, Philippa Childs, disse que os despedimentos foram consequência de más decisões do governo britânico.
Comentários