Topo da agenda: o que não pode perder esta quarta-feira

O dia de hoje ficará marcado pela continuação da reunião da Reserva Federal norte-americana, sendo de esperar o anúncio sobre o programa de compra de ativos atualmente em curso no país.

  • Esta quarta-feira decorre o segundo dia da última reunião do ano da Reserva Federal (Fed) norte-americana, onde o presidente Jerome Powell, irá fazer o anúncio sobre o programa de compra de ativos atualmente em curso no país, sendo que os mercados aguardam uma tomada de posição mais agressiva por parte do banco central da maior economia do mundo, depois do seu presidente ter alterado o discurso relativamente às pressões inflacionárias que ali se fazem sentir.
  • Ainda lá por fora, destaque para os dados sobre a inflação no Reino Unido, com as estimativas a apontarem para um aumento de 0,5%, face ao mês de outubro fixando-se nos 4,7%.
  • O gabinete de estatísticas da União Europeia (UE), Eurostat, vai também hoje apresentar os dados relativos à taxa de emprego.
  • Em Portugal, o Instituto Nacional de Estatística (INE) irá divulgar vários resultados, entre os quais da atividade turística e um inquérito sobre situação financeira das famílias portuguesas.
  • O ex-banqueiro em fuga da justiça portuguesa vai ser hoje ouvido por um juiz na cidade de Verulam, no leste da África do Sul. Esta manhã, João Rendeiro disse que não estava a desafiar as autoridades portuguesas, depois de ontem ter dito que não iria regressar a Portugal, segundo a “CNN Portugal”.
  • O Presidente da República vai ser operado hoje. “Amanhã, ao início da tarde”, disse Marcelo Rebelo de Sousa na terça-feira. O Presidente já tinha anunciado anteriormente que iria ser operado a uma “pequena hérnia inguinal de oito centímetros”. A operação vai ter lugar no Hospital das Forças Armadas em Lisboa.
Recomendadas

Adjudicados últimos seis lotes do concurso para fornecimento de serviços à rede SIRESP

O concurso para fornecimento de serviços à rede de emergência SIRESP foi concluído na segunda-feira, antes do prazo, com a adjudicação dos restantes seis lotes, anunciou hoje a empresa que gere o sistema.

Há um “caminho longo” a percorrer no envelhecimento ativo, diz a ministra da Coesão Territorial

“Sabemos hoje mais sobre as maleitas dos mais velhos e sabemos como as evitar”, sublinhou Ana Abrunhosa, reiterando que “todos queremos envelhecer com qualidade”.

Apoio às famílias pode mitigar desaceleração da economia, prevê Fórum para a Competitividade

O pacote de apoios preparado pelo Governo como resposta à inflação pode mitigar a desaceleração da economia, mas o próximo ano apresenta-se repleto de riscos de desafios. Salários reais devem voltar a cair, prevê o Fórum para a Competitividade.
Comentários