Topo da agenda: o que não pode perder esta quinta-feira

As atenções estão viradas para os esclarecimentos do Banco Central Europeu (BCE) sobre o fim do programa de emergência de compra de ativos. Por cá, o Instituto Nacional de Estatística (INE) revela dos dados de 2021 dos Censos.

  • Reunião do BCE

Esta quinta-feira, 16 de dezembro, irá ficar marcada pelos esclarecimentos sobre o fim do programa de emergência de compra de ativos e, um provável, aumento do tradicional programa do Banco Central Europeu (BCE). Pelo menos este é o cenário mais realista apontado pelos analistas.

Os especialistas esperam uma atualização das expectativas da inflação, dada a elevada pressão nos preços e as contínuas dificuldades nas cadeias logísticas a nível global, que deverá levar a uma subida da previsão neste indicador para os 2,7% em 2022, com 1,6% e 1,8% nos dois anos seguintes.

  • Mercados reagem à Fed
    Os mercados internacionais vão hoje reagir à decisão da Reserva Federal norte-americana que anunciou ontem que vai acelerar o ritmo de retirada dos estímulos.
  • Eurostat divulga dados do comércio

Ainda lá por fora, o gabinete de estatística da União Europeia (UE) Eurostat, divulga os dados dos bens de comércio internacional.

  • Subsídios de desemprego nos EUA

Nos Estados Unidos é dia de novos dados dos pedidos de subsídio de desemprego na semana até 9 de dezembro, sendo que na última semana os pedidos de subsídio de desemprego nos EUA registaram o valor mais baixo desde setembro de 1969, ao recuarem para 184 mil pedidos, sendo que os analistas estimavam que o número fosse de 228 mil.

  • Dados dos Censos em Portugal

Em Portugal, o Instituto Nacional de Estatística (INE) revela dos dados de 2021 dos Censos, bem como as estatísticas do comércio.

Recomendadas

Wall Street encerra sessão a negociar no ‘verde’. Destaque para Dow Jones que soma mais de 2,50%

No final do dia em Wall Street, o Dow Jones avança 2,66% para 29.490,89 pontos, o S&P 500 ganha 2,47% para 3.674,30 pontos e o tecnológico Nasdaq valoriza 2,27% para 10.815,43 pontos. 

PSI lidera subidas na Europa com CTT e NOS a valorizarem à volta de 5%

“As bolsas europeias ganharam ânimo ao longo da sessão e acabaram por encerrar em alta, com o PSI em destaque, ao valorizar quase 2%. O índice de ações português foi impulsionado pelo disparo superior a 5% da NOS, perante perspetivas de que o mercado móvel nacional possa encolher de cinco para quatro players depois da Vodafone Portugal ter concordado em comprar a Nowo”, relata o analista do Millennium BCP, Ramiro Loureiro.

Samba Digital entra na Bolsa de Lisboa a 6 de outubro

A Samba Digital trabalha com os maiores clubes e jogadores do futebol inglês, francês, italiano e alemão. E, desde este ano, com a Primeira Liga Portuguesa.
Comentários