Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta quarta-feira

Os dados preliminares de novembro podem dar mais indícios de uma contração nas economias europeia, britânica e americanas e os mercados olharão com atenção para estes números, esperando que não apontem para grandes recuos.

Evento em destaque: S&P divulga dados preliminares de PMI de novembro

O ambiente da economia global é cada vez mais de recessão, com várias entidades a apontarem para sinais em inúmeros indicadores, incluindo os índices de gestores de compras de outubro. Os dados preliminares de novembro podem dar mais indícios de uma contração nas economias europeia, britânica e americanas e os mercados olharão com atenção para estes números, esperando que não apontem para grandes recuos.

Outros eventos em foco:

  • INE: Taxas de Juro Implícitas no Crédito à Habitação em outubro;
  • Fed divulga atas da reunião de novembro;
  • Banco Central da Nova Zelândia deve voltar a subir taxas.
Recomendadas

Empresa espanhola de armamento recebeu carta semelhante à que explodiu na embaixada da Ucrânia

Uma empresa espanhola de armamento recebeu um envelope similar ao que foi enviado para a embaixada da Ucrânia em Madrid e que explodiu.

Atualização do IAS aumenta valor máximo do subsídio de desemprego em 93 euros

O valor máximo do subsídio de desemprego vai subir mais do que o previsto avançando 93 euros, para 1.201,08 euros, refletindo o aumento de 8,4% do Indexante de Apoios Sociais (IAS) em 2023.

Afinal, pensões mais baixas vão subir 4,83% em janeiro

Pensões até 961 euros vão ter aumento de 4,83%, pensões entre 961 euros e 2.883 euros vão subir 4,49% e pensões acima de 2.883 euros vão crescer 3,89%. Correção das atualização vai custar 110 milhões de euros, aos quais se somam os 1.155 milhões de euros já previstos.
Comentários