Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta semana

Os pesos-pesados do S&P 500 começam esta semana a divulgar os resultados do quarto trimestre, com a Microsoft a adiantar-se já na terça-feira. No capítulo macro, dados do crescimento de 2022 nos EUA e Espanha e mais uma reunião de política monetária no Canadá.

Segunda-feira, 23 de janeiro

Evento em destaque: O Banco de Portugal dá a conhecer os números do endividamento da economia portuguesa, que tem sido um dos calcanhares de Aquiles da economia nacional. Nos últimos anos tem-se visto uma consolidação das contas nacionais e nem a pandemia parece afastar o Executivo desse objetivo. Os dados quanto à economia nacional são divulgados no mesmo dia do indicador para a UE e zona euro.

Outros eventos em foco:

  • Discurso de Christine Lagarde durante a receção anual da Deutsche Boerse (bolsa alemã)
  • Financiamento das Administrações Públicas (Banco de Portugal)
  • Confiança do Consumidor na Zona Euro
  • Dados trimestrais da dívida e défice governamental (Eurostat)
  • Uso de renováveis nos transportes (Eurostat)

Terça-feira, 24 de janeiro

Evento em destaque: Esta terça-feira marca o começo da apresentação dos resultados dos pesos-pesados do S&P500, a começar pela Microsoft. As empresas do índice norte-americano deverão registar uma queda global de 2,6% nos lucros do quarto trimestre em relação ao período homólogo, segundo informação da Refinitiv IBES.

Outros eventos em foco:

  • Audição da ANACOM na Comissão de Economia, Obras Públicas, Planeamento e Habitação do Parlamento
  • S&P divulga PMI de janeiro
  • Resultados da J&J, General Electric
  • Censos – 2021 – O que nos dizem os censos sobre estruturas familiares (INE)

Quarta-feira, 25 de janeiro

Evento em destaque: A Tesla segue-se à Microsoft e dá a conhecer os resultados do quarto trimestre. A construtora automóvel viveu um terrível ano de 2022, em parte devido à mudança de foco do seu diretor-executivo, Elon Musk, para outros negócios, sobretudo o Twitter, e os mercados estarão atentos a sinais de possível recuperação este ano.

Outros eventos em foco:

  • Debate plenário sobre a defesa da escola pública e as greves dos professores
  • Instituto IFO divulga índices de confiança para janeiro
  • Decisão de política monetária do Banco do Canadá
  • Resultados da AT&T, IBM, Boeing

Quinta-feira, 26 de janeiro

Evento em destaque: EUA divulgam dados do crescimento em 2022, um ano dificultado pela subida generalizada de preços e consequente normalização da política monetária. Ainda assim, a temida recessão parece ter sido evitada e a perspetiva para o arranque de 2023 é de um crescimento anémico, mas positivo, dando algum otimismo aos mercados.

Outros eventos em foco:

  • Resultados da American Airlines, Southwest Airlines, Visa, Louis Vuitton, Mastercard, Comcast, Dow, Xerox

Sexta-feira, 27 de janeiro

Evento em destaque: A agência canadiana DBRS atualiza o “rating” para a dívida pública portuguesa, depois de, em agosto do ano passado, ter subido a avaliação para A de B e ter passado a perspetiva de “positiva” para “estável”. A tendência alastrou-se às outras agências de notação financeira, refletindo a resistência das contas nacionais à pandemia.

Outros eventos em foco:

  • Inquérito à Avaliação Bancária na Habitação de dezembro de 2022 (INE)
  • Procura Turística dos Residentes no 3.º trimestre de 2022 (INE)
  • Espanha: PIB no 4º trimestre
  • EUA: Índice de gastos pessoais de consumo
  • Resultados da Chevron

[notícia atualizada às 13h17]

Recomendadas

Descida da inflação permite corte de 2,5% em Angola

A consultora Oxford Economics Africa considerou este sábado que a descida da inflação para 12,2% durante este ano dará espaço ao banco central de Angola para descer a taxa de juro para 250 pontos base.

FMI propõe à Guiné-Bissau isenções fiscais apenas para projetos de desenvolvimento e ajuda humanitária

O Fundo Monetário Internacional (FMI) propôs ao Governo da Guiné-Bissau a revogação das isenções fiscais e que aquelas apenas sejam atribuídas a projetos de desenvolvimento ou de ajuda humanitária, anunciou este sábado o Ministério das Finanças guineense.

Resgate de PPR para crédito à habitação sem limite de valor e de data de subscrição

O resgate antecipado de PPR para pagamento de empréstimo da casa pode ser feito, sem penalização, ao longo de 2023 independentemente do valor a levantar e da data da subscrição, segundo o Ministério das Finanças.
Comentários