Trabalhadores da Autoeuropa reclamam “aumento salarial extraordinário” para 2023 (com áudio)

A Comissão Sindical do SITE SUL na VW Autoeuropa defende que ”é urgente um aumento extraordinário dos salários para fazer face ao aumento brutal do custo de vida” e assegura que empresa tem “condições” para que responder de forma positiva a esta reivindicação, alegando os bons resultados comerciais da empresa, a que se associa o ‘disparo’ da inflação que está a fomentar a “perda do poder de compra”.

No final do ano passado, a administração da Autoeuropa anunciou a intenção de avançar unilateralmente com um novo horário que prevê o trabalho aos sábados, após a rejeição de dois pré-acordos negociados previamente com duas Comissões de Trabalhadores. Esta decisão foi contestada pela CT e pelos sindicatos.

A Comissão Sindical do SITE SUL na VW Autoeuropa defende que ”é urgente um aumento extraordinário dos salários para fazer face ao aumento brutal do custo de vida”, frisando que “tal aumento é justo e necessário e que existem todas as condições para que a administração responda de forma positiva a esta reivindicação”. O SITE Sul reclama aumento para além dos valores que tinham sido acordados em março, na ordem dos 2% nos próximos dois anos, num valor mínimo de 30 euros, para repor a perda do poder de compra devido ao aumento da inflação que ronda agora os 9%.

A pretensão foi apresentada aos trabalhadores da fábrica em Palmela num comunicado distribuído, no final da semana passada, na fábrica da multinacional alemã, e neste o SITE Sul recorda “que, apesar de todas as adversidades ocorridas, a administração continua a anunciar resultados históricos, inclusive prevê para este ano, novamente, valores bastante positivos”. Sindicato tem destacado aqui que o T-Roc, o carro made in Portugal, foi o campeão europeu de vendas em julho.

Para este sindicato “o resultado final da negociação do caderno reivindicativo, nomeadamente no que se refere ao aumento salarial de 2%, com um mínimo de 30 euros, foi insuficiente e não garantiu a reposição do poder de compra dos trabalhadores em 2022 e 2023 – como o SITE Sul sempre afirmou e reforçou num comunicado, a 2 de abril”.

As novas estimativas apontam para a produção de cerca de 230 mil unidades para todo o ano de 2022, segundo comunicado da comissão de trabalhadores da fábrica, divulgado em julho, com a nova estimativa a ficar atrás do recorde de 2019, quando saíram 254.600 automóveis da unidade do grupo Volkswagen em Portugal.

No início do ano, a administração da Autoeuropa apontava para a produção de 204 mil unidades, menos 53 mil do que a atual capacidade máxima das linhas de montagem, devido aos problemas que então enfrentava no fornecimento de semicondutores.

Recomendadas

Cinco milhões para ações de emergência na serra da Estrela até final do ano

O ministro do Ambiente e da Ação Climática, Duarte Cordeiro, disse que o Fundo Ambiental disponibiliza, até ao final do ano, cerca de cinco milhões de euros para ações de emergência.

Costa Silva: Próximos anos não vão ser “cor-de-rosa” para a economia portuguesa

António Costa Silva, ministro da Economia, afirma que “não é com receitas do passado que vamos resolver os problemas”, defendendo que “para resolver os problemas de curto prazo, precisamos de uma visão de longo prazo”.

Dionísio Pestana pede reforma dos impostos como apoio às empresas

O presidente do Grupo Pestana afirma não precisar de ajudas diretas, perante o cenário de incerteza, mas pede ao Governo que avance com uma reforma nos impostos, apontando para a TSU.
Comentários