Trabalhadores da CGD em greve ao trabalho extraordinário até 14 de janeiro

A partir do próximo dia 13 de dezembro, data de início à greve às horas extraordinárias, os trabalhadores assumem que apenas vão cumprir as sete horas de trabalho.

Rafael Marchante/Reuters

O Sindicato dos Trabalhadores das Empresas do grupo Caixa Geral de Depósitos (STEC), convocou para esta terça-feira uma greve “à prestação de trabalho suplementar” para os dias 13 e 14 de dezembro.

Em comunicado, o sindicato explica que a “direção do STEC já entregou à CGD e às restantes empresas do grupo, o respetivo pré-aviso de greve, que vigorará de 13 de dezembro de 2021 até 14 de janeiro de 2022, não se excluindo a possibilidade da sua renovação”.

Em causa estão a horas extraordinárias feitas pelos trabalhadores. “Os trabalhadores da CGD, não estão dispostos a abdicar do seu direito à saúde e à conciliação da vida pessoal, familiar e profissional, estabelecido na Constituição da República e no Código de Conduta da CGD”, sublinha o STEC no mesmo comunicado.

Os trabalhadores da CGD dizem também que “não aceitam esta contínua degradação dos seus interesses e da sua dignidade”. “São diariamente explorados, acumulando o trabalho de dois e três trabalhadores, sem horário de saída, sem descanso, sem perspetivas, realizando anualmente milhares de horas extra não pagas”, descrevem.

Assim, os trabalhadores exigem que a “administração implemente o controlo do horário de trabalho através do registo eletrónico, garantindo o reconhecimento inequívoco do trabalho prestado e o seu devido pagamento”.

Além da greve os trabalhadores garantem ainda que “a partir do próximo dia 13 de dezembro” vão “cumprir fielmente as sete horas de trabalho” contratualizadas.

Relacionadas

Fundo da CGD pede insolvência pessoal do empresário Alfredo Casimiro

Fundo imobiliário Fundimo, da Caixa Geral de Depósitos, tem 973 mil euros a receber da Urbanos, a empresa de transportes detida por Alfredo Casimiro, que é também o principal acionista da Groundforce.

Morreu Almerindo Marques, ex-presidente e antigo gestor que fez alertas sobre a CGD 

Morreu o ex-administrador da Caixa Geral de Depósitos (CGD) e antigo presidente da RTP e Estradas de Portugal.

Governo recebe 300 milhões da CGD em dividendos extraordinários

Com este dividendo extraordinário, o Estado recebe ao todo em 2021, da CGD, 383,6 milhões de euros.
Recomendadas

“Angola representa uma oportunidade para os nossos acionistas”, afirma CEO do Access Bank

“Angola representa uma oportunidade para os nossos acionistas participarem no que acreditamos que irá gerar um valor mais forte à medida que África vai emergindo”, explicou Herbert Wigwe, CEO da Access Holding Pics, numa entrevista exclusiva para a Forbes África Lusófona.

Montepio vende Finibanco Angola a grupo da Nigéria

O Acess Bank é uma entidade detida a 100% pela Access Holdings Plc (Access Corporation), um banco comercial que opera através de uma rede de mais de 700 balcões e pontos de atendimento, abrangendo 3 continentes, 17 mercados e 45 milhões de clientes, segundo o Montepio. Valor não foi divulgado.

Lucros do Banco de Fomento sobem 135% para 22,9 milhões de euros em 2021

“Este aumento explica-se, essencialmente, pelo crescimento do produto bancário que passou de 31,89 milhões de euros, em 2020 para 44,69 milhões de euros no ano em análise”, ou seja, subiu 40%.
Comentários