Trabalhadores da Portway iniciam hoje greve de seis meses

Os trabalhadores da Portway iniciam esta quarta-feira uma greve, que se vai prolongar até 31 de dezembro, exigindo a adesão ao Acordo da Empresa (AE), depois de o sindicato ter lamentado a “irredutibilidade” da empresa de assistência em terra nos aeroportos.

Portway

Os trabalhadores da Portway iniciam esta quarta-feira uma greve, que se vai prolongar até 31 de dezembro, exigindo a adesão ao Acordo da Empresa (AE), depois de o sindicato ter lamentado a “irredutibilidade” da empresa de assistência em terra nos aeroportos.

Em 6 de maio, num comunicado enviado à Lusa, que dava conta da convocação da greve, o Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes de Portugal (STTAMP) indicou que, no seguimento dos pedidos de adesão ao AE, que foram recusados pela administração da Portway, solicitou a intervenção da Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho para uma tentativa de reconciliação.

No entanto, perante “a irredutibilidade da empresa em aceder à pretensão do STTAMP” e “impedindo desta forma” a sua participação “em qualquer processo negocial” decidiu “emitir um aviso prévio de greve a toda a atividade da empresa a nível nacional com efeitos a partir de 1 de junho até 31 de dezembro de 2022”.

Recomendadas

“Não me choca que haja ajustamentos salariais que acompanhem a inflação”, diz Teixeira dos Santos

Na atual conjuntura, Teixeira dos Santos diz o Estado não pode corrigir o comportamento dos mercados. Sobre os salários, diz que não vê perigo em eventuais ajustamentos em linha com a inflação.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quinta-feira.

NATO. Stoltenberg responsabiliza Putin pela crise alimentar global

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, responsabilizou esta quinta-feira a Rússia pela crise alimentar global por ter invadido a Ucrânia e assegurou o empenho dos aliados em encontrar soluções para retomar a exportação de cereais ucranianos.
Comentários