A transformação digital na indústria

A forma como as empresas respondem ao desafio digital irá influenciar a sua sobrevivência e sucesso futuro

O “Digital” está a alterar substancialmente a forma como as empresas fazem os seus negócios. A abundância de dados e os avanços tecnológicos alteraram radicalmente a forma como a população consome conteúdos, comunica e acede a produtos e serviços, o que permite que o digital seja uma fonte permanente de disrupção para os modelos de negócio, produtos, serviços e experiências.

A forma como as empresas respondem ao desafio digital irá influenciar a sua sobrevivência e sucesso futuro, sendo que este já afetou várias indústrias e o seu impacto tem apenas uma tendência – a de crescimento. O que diferenciará uma empresa disruptiva, com um modelo de negócios vibrante, de uma mera seguidora irá ser a sua resposta às variadas oportunidades e riscos criados pela transformação digital. A relevância deste desafio fez com que alguns países iniciassem programas nacionais de fundo de apoio ao ajuste das respetivas indústrias ao digital, sendo o mais célebre o ‘Indústria 4.0’, nome de batismo do programa alemão.

A indústria automóvel é presentemente um dos setores mais impactados, encontrando-se no limiar de uma verdadeira revolução digital, impulsionada por várias tendências como a mudança no comportamento do consumidor, a necessidade por uma maior poupança de combustível e redução de emissões e ainda por novas oportunidades criadas pelo tema da conectividade e mobilidade urbana. Esta transformação irá transportar a indústria automóvel para o futuro e foca-se em quatro dimensões principais:
• Inovação de produto (maior complexidade e aumento da importância do software; fornecimento de serviços integrados no veículo conectado);
• Vendas e marketing (maior envolvimento e retenção de clientes; maior produtividade através do uso de analytics e business intelligence);
• Processos e operações (melhoria contínua com efeitos na redução de custos e no tempo de desenvolvimento de produtos);
• Supply chain (maior visibilidade e redução de riscos; maior traceability de componentes, reduzindo custos de garantia ou de recall).

É portanto crucial que as empresas do setor automóvel adotem proativamente uma cultura de inovação baseada no “Digital” tirando partido da tecnologia de modo a garantir que a otimização das suas operações e processos sejam economicamente viáveis e competitivas.

Numa empresa digital do futuro haverá insights sustentados por dados em tempo real, suportados por soluções de cloud e de analytics integradas em todas as operações. Tal irá reduzir por exemplo a inatividade e a manufatura não planeada, proporcionando não só dados financeiros precisos e atuais, mas também melhorias na respetiva performance, permitindo uma visão completa da procura do produto de modo a planear a manufatura do mesmo.

Se tem interesse em receber comunicação da EY Portugal (Convites, Newsletters, Estudos, etc), por favor Clique aqui

Recomendadas

A adoção de cloud nas organizações

A adoção de cloud é vital para a transformação digital, adotando tecnologias disruptivas e otimizando as organizações.

O arquivo eletrónico e a desmaterialização de faturas e documentos

Os requisitos técnicos e legais referentes à desmaterialização de faturas e demais documentos fiscalmente relevantes, e de constituição do arquivo eletrónico, foram definidos com a publicação do Decreto-Lei n.º 28/2019, de 15 de fevereiro.

Reinventar o SNS

Colocam-se ao SNS desafios associados ao envelhecimento populacional, à maior prevalência de doenças crónicas, ao maior consumo de cuidados de saúde e à maior exigência dos utentes.
Comentários