Três em linha, com o Montepio Crédito

Fruto de uma parceria entre a JE editors, by Jornal Económico e o Montepio Crédito, o dia 30 de Julho marca o início do 30’ A 3. Quer saber o que significa?

A fórmula é simples: 30 minutos e 3 convidados em cada edição.

A partir de Julho, e todos os meses, o Montepio Crédito convida-o à discussão dos temas que fazem a actualidade, pela voz das personalidades mais influentes nas diferentes áreas de economia, finanças e gestão.

Chama-se 30’ A 3 e serão, no total, seis Mesas Redondas, realizadas entre Julho e Dezembro de 2019, que se juntam com o objetivo único de promover o debate e o esclarecimento público. Conversas com a chancela do Montepio Crédito, presente em todas as edições, na presença do presidente do Conselho de Administração do Montepio Crédito, Pedro Gouveia Alves.

O Jornal Económico garantirá as emissões em live streaming de todas as edições, alargando o debate a todos os seus leitores que, desta forma, terão também oportunidade de se juntar e participar.

O primeiro convidado, a 30 de Julho, será António Bernardo, da Roland Berger.

Onde?

O 30’ A 3 será realizado nos espaços do Grupo Olivier — Yakuza, Avenida ou Guilty – e começam às 18 horas.

Quando?

Tome nota das datas das edições do 30’ A 3, prevenindo antecipadamente de que não perderá nenhuma delas:

  • 30 de Julho
  • 27 de Agosto
  • 24 de setembro
  • 29 de outubro
  • 19 de novembro
  • 17 de dezembro

 

 

Este conteúdo patrocinado foi produzido em colaboração com o Montepio Crédito.

Recomendadas

APAVT diz que é fundamental poder prorrogar pagamento de dívida contraída na pandemia

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) considera ser fundamental a possibilidade de prorrogar o pagamento do serviço da dívida contraída na pandemia, dado que os processos de recapitalização para as empresas não tiveram sucesso.

Governo dos Açores vai reconduzir atual presidente da SATA, Luís Rodrigues

O chefe do Governo dos Açores anunciou hoje que vai indigitar o atual presidente da SATA, Luís Rodrigues, para futuro presidente da holding, justificando a decisão com a importância da “estabilidade” associada à “competência” do responsável.

Oeiras cria fundo para ajudar comerciantes a recuperar dos estragos do mau-tempo

A Câmara de Oeiras vai criar um fundo, cujo valor será ainda determinado, para apoiar os comerciantes na sequência dos estragos provocados pelo mau tempo, adiantou hoje o presidente, acrescentando que a avaliação dos danos será feita na sexta-feira.
Comentários