Três praias de Oeiras interditadas a banhos

As praias de Caxias, Santo Amaro de Oeiras e Paço de Arcos foram interditadas a banhos, desde sexta-feira, depois das análises à qualidade da água revelarem valores microbiológicos acima dos parâmetros de referência, revelou hoje a Autoridade Marítima Nacional.

As praias de Caxias, Santo Amaro de Oeiras e Paço de Arcos foram interditadas a banhos, desde sexta-feira, depois das análises à qualidade da água revelarem valores microbiológicos acima dos parâmetros de referência, revelou hoje a Autoridade Marítima Nacional.

Após receber informação das análises realizadas pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA), que desaconselharam a ida a banhos nas praias de Caxias, Santo Amaro de Oeiras e Paço de Arcos, o capitão do Porto e comandante local da Polícia Marítima de Lisboa deu instruções para que fosse hasteada a bandeira vermelha, tendo a Câmara Municipal de Oeiras colocados os avisos nos acessos à praia, interditando a ida a banhos.

Na página da APA, quanto à Administração da Região Hidrografica do Tejo e Oeste, registaram-se esta semana interdições a banhos nas águas balneares de Constância, concelho de Constância e na de Areia Branca e Areia Branca (Foz, concelho da Lourinhã), na das Avencas e na da Moita, Duquesa, Tamariz, Poça, Conceição, S. Pedro do Estoril e Rainha, concelho de Cascais, desde dia 16, devido a resultados microbiológicos impróprios de qualidade da água.

Recomendadas

António Almeida-Dias: “Ao contrário do ensino superior estatal, não pedimos dinheiro ao Governo”

Presidente da APESP defende que Portugal tem muito a ganhar com um ensino superior privado que usufrua da autonomia e liberdade consagradas na Constituição e que o Estado limita. O setor privado da economia já demonstrou ser o motor da inovação e do progresso, diz.

IPLeiria constrói cinco residências e renova sete num investimento de 25 milhões do PRR

Com este investimento, o Politécnico vai assegurar residências de estudantes em todas as cidades onde conta com oferta formativa, nomeadamente em Leiria, Caldas da Rainha, Peniche, Marinha Grande, Pombal e Torres Vedras.

Escola do Porto da Faculdade de Direito da Católica lança curso virado para organizações internacionais

International Studies Programme integra-se no Mestrado em Direito, é lecionado em inglês e tem coordenação de José Azeredo Lopes. Cumpre o propósito da internacionalização.
Comentários