Tribunal de Contas avança com auditoria à TAP

O Tribunal de Contas vai avançar com uma auditoria à companhia aérea, anunciou hoje o presidente da instituição, José Tavares, no Parlamento. Ao JE, a TAP recusa comentário.

Atualizada às 17h00

O presidente do Tribunal de Contas (TdC), José Tavares, avançou hoje durante uma audição na Comissão de Orçamento e Finanças que a instituição tem planeada uma auditoria à TAP, à luz das repetidas polémicas que envolvem a administração da companhia aérea portuguesa.

“Temos prevista uma auditoria à TAP”, disse o responsável em resposta ao deputado do PSD, Hugo Carneiro. Contactada pelo Jornal Económico, fonte da companhia aérea rejeitou prestar comentários “a esse tipo de assuntos”.

Tavares sublinhou ainda que o TdC pretende continuar à margem de polêmicas, referindo-se aos recentes desenvolvimentos na companhia áerea, mas garante que “acompanha, vê, lê e ouve” aquilo que se passa na TAP.

De recordar que amanhã a CEO da TAP, Christine Ourmières-Widener, será ouvida no Parlamento. A audição foi requerida pelo Chega e em causa está a indemnização de 500 mil euros, paga pela companhia aérea, a Alexandra Reis.

Além de Christine Ourmières-Widener, também o Governo já prestou esclarecimentos sobre o caso na Assembleia da República. A 4 de dezembro, a ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, representou o Executivo e defendeu que o Governo identificou o problema e encontrou soluções. 

Relacionadas

TAP indemniza passageiros para dois voarem sem pagar

A 27 de Dezembro, dois passageiros da TAP tinham bilhete para o voo Lisboa-Rio de Janeiro, mas receberam 1.050 euros cada um para só viajarem no dia seguinte. Os seus lugares foram ocupados por dois quadros das companhias Volotea e Iberia, que só tinham bilhetes de staff (gratuitos). Situação viola regras e TAP fala em “erro”, atirando culpas para a Groundforce. Mas documentos a que o NOVO teve acesso mostram que o sistema de embarque foi forçado.

PremiumEvercore vai assessorar emissão de dívida e privatização da TAP

Empresa americana está a montar uma emissão de dívida para reembolsar a tranche de retalho que vence em junho e, ao mesmo tempo, prepara a operação de privatização da TAP, prevista para 2023.

TAP. Presidente executiva ouvida no parlamento na quarta-feira

A presidente executiva da TAP vai ser ouvida no parlamento na próxima quarta-feira, na sequência do requerimento potestativo (de caráter obrigatório) apresentado pelo Chega, para dar explicações sobre a indemnização paga à antiga secretária de Estado.
Recomendadas

Premium“Vamos continuar a trabalhar as duas marcas em separado”

Neves e Almeida e CEGOC vão trabalhar em autonomia e com equipas de gestão próprias, mantendo a identidade de cada marca.

Moçambique/Ataques: TotalEnergies pede avaliação a especialista humanitário

A petrolífera quer saber se há condições para retomar o projeto de exploração de gás que estava a construir na região.

CP alerta para perturbações na circulação entre 8 e 17 de fevereiro devido a greves

A empresa indicou também que a informação será atualização, caso venham a ser definidos serviços mínimos pelo Tribunal Arbitral.
Comentários