Tribunal de Contas diz que Câmara de Santa Cruz não respeitou equilíbrio orçamental em 2014

Este organismo recomendou que os orçamentos e as contas do município cumpram com os critérios estabelecidos na lei referentes ao equilíbrio orçamental.

A secção regional do Tribunal de Contas, numa verificação interna da conta de gerência da Câmara Municipal de Santa Cruz, referente a 2014, verificou que não foi respeitado o equilíbrio orçamental estabelecido no plano oficial de contabilidade das autarquias locais.

O Tribunal de Contas recomendou que sejam feitas diligências no sentido de “os orçamentos e as contas do município” cumprirem com “os critérios de equilíbrio orçamental estabelecidos na lei”.

Foi deixado o alerta por parte deste organismo para que também se assegure que “o Balanço do município espelhe de forma verdadeira e apropriada as dívidas a terceiros” em função dos seus prazos de exigibilidade.

Relacionadas

Tribunal de Contas pede à empresa ‘Moinhos Rent-a-Car’ contas de 2015 sob pena de sanção

O tribunal refere que não foi apresentada uma justificação válida para a não entrega destes documentos referentes à gestão de 2015 pela empresa.

Tribunal de Contas diz que Câmara do Porto Santo omitiu dívida de 700 mil euros a fornecedores

O tribunal pediu que os membros da assembleia municipal assegurem uma efectiva fiscalização do cumprimento das regras e princípios orçamentais.

Tribunal de Contas da Madeira deixa reparos à Conta do Tesoureiro do Governo Regional

A auditoria do Tribunal de Contas refere que a Conta do Tesoureiro do Governo Regional está organizada de acordo com as instruções aplicáveis.
Recomendadas

Madeira: PS critica falta de apoio do Governo Regional ao investimento privado

Sérgio Gonçalves falava durante uma visita do Grupo Parlamentar socialista à empresa Autocrescente.

Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira defende papel mediador dos parlamentos regionais

Em Espanha, os 72 presidentes das Assembleias Legislativas Regionais debateram as relações com o Comité das Regiões Europeu. Os parlamentos regionais querem dialogar diretamente com as instituições europeias.

Câmara do Funchal retirou das ruas 17 pessoas sem-abrigo

O presidente da autarquia anunciou também estar em preparação um ‘Plano Municipal para Pessoas em Situação de Sem-abrigo’, um plano que “não existia quando chegamos à Câmara”.
Comentários