Tribunal de Contas vai fazer 135 auditorias às contas do parlamento e das assembleias regionais em 2021

É um ano em que “a atividade a desenvolver pelo tribunal dará especial atenção às consequências da crise da Covid-19”, nomeadamente à despesa extraordinária neste contexto sanitário. A instituição prevê ainda a verificação de outras 737 de entidades públicas.

O Tribunal de Contas (TdC) aprovou neste mês de dezembro o Plano de Ação para 2021, que prevê a realização de 135 auditorias e pareceres sobre as contas do parlamento e das Assembleias legislativas dos Açores e da Madeira, bem como a verificação de outras 737 contas de entidades públicas.

A instituição liderada por José Tavares estima ainda realizar 48 auditorias de apuramento de responsabilidades financeiras, realizar 13 estudos e pareceres e julgar os processos de efetivação de responsabilidades que forem instaurados ou que estejam em curso, cumprindo o tempo médio de duração de até seis meses.

Na lista de tarefas está, como habitualmente, a fiscalização os atos e contratos que derem entrada neste tribunal e emitir os pareceres sobre a Conta Geral do Estado de 2020, incluindo o da Segurança Social, sobre as contas das duas regiões autónomas deste ano, “em relação aos quais serão desenvolvidas 40 ações preparatórias”, de acordo com o documento divulgado esta quarta-feira.

“A atividade a desenvolver pelo tribunal dará especial atenção às consequências da crise da Covid-19, particularmente no que respeita ao novo padrão de despesa gerado pela necessidade de resposta à pandemia a nível sanitário, social e económico, à necessidade de acompanhamento dos grandes investimentos decorrentes do Plano de Recuperação Económica e Resiliência de Portugal 2020-2030 e das medidas para a transição digital”, refere o plano do TdC para o próximo ano.

“A cooperação internacional mantém-se como uma dimensão muito importante da atividade do tribunal, assim como a abertura de novos processos de recrutamento e um crescente investimento na formação profissional contínua se encontram igualmente nas ações para 2021”, conclui este órgão de justiça.

Recomendadas

Anomalia no sistema informático do fisco envia e-mails errados relativos a 2018

Os contribuintes que receberam um e-mail da Autoridade Tributária e Aduaneira a informar sobre pagamentos de impostos relativos a 2018 devem ignorá-lo, pois resulta de uma falha do sistema informático, alertou hoje a AT.

José Maria Monteiro de Azevedo Rodrigues é o novo presidente da Comissão de Normalização Contabilística

A decisão foi tomada em Conselho de ministros e publicada hoje, sexta-feira, no Diário da República, informou o Ministério das Finanças em comunicado.

PremiumSão poucos os contribuintes que pagam metade dos rendimentos em IRS

Dados do Ministério das Finanças mostram que menos de 0,01% dos contribuintes pagam IRS acima de 45%. Fiscalistas alertam, ainda assim, que taxas são “confiscatórias”, desincentivam o trabalho e podem promover emigração.
Comentários