Trump desafia anos de diplomacia com telefonema para Taiwan

Donald Trump pôs fim ao corte de relações diplomáticas com a ilha que durava há mais de 35 anos. A iniciativa do futuro presidente dos EUA terá irritado o Governo chinês.

Mike Segar/Reuters

Pode ter sido o primeiro incidente diplomático do futuro presidente dos Estados Unidos. Donald Trump e a Presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, estiveram à conversa por telefone esta sexta-feira, o que não agradou a Pequim por se tratar de “uma manobra engendrada” de apoio à independência da ilha, levando os media chineses a censurar a sua divulgação.

A conversa gerou elevadas expetativas sobre uma maior cooperação entre Washington e Taipé. Desde 1979 que Washington mantinha cortadas as relações diplomáticas com a ilha, que se declara soberana e independente, mas que é considerada por Pequim uma “província rebelde” e parte do seu território.

Trump terá felicitado a presidente Tsai, do Partido Progressista Democrático (DPP), por se ter tornado presidente de Taiwan em janeiro deste ano, após uma vitória esmagadora nas eleições sobre o Kuomintang (KMT), que tem vínculos muito mais amigáveis com a China.

Segundo a equipa de transição de Trump, “durante a conversa, falaram sobre os estreitos laços económicos, políticos e de segurança” entre os dois países.

A iniciativa do presidente não foi bem recebida pela China que já se pronunciou sobre o ‘incidente’, dizendo que esta “é uma manobra engendrada por Taiwan” que não vai prejudicar o consenso internacional para “uma só China”. A chamada telefónica terá sido censurada pela imprensa chinesa, que evitou referir-se a ela nos sites da imprensa estatal e internet.

Em declarações à AFP, a porta-voz do Conselho de Segurança Nacional Emily Horne sublinha que “não há qualquer mudança na política de longa data sobre as questões ao longo do estreito”. “Continuamos firmemente comprometidos com a política “Uma China” (…) O nosso interesse fundamental é a paz e estabilidade nas relações através do estreito”, acrescenta.

Donald Trump, que toma posse no próximo mês, não tem solicitado briefings sobre a atual política diplomática americana antes de entrar em contacto com os diferentes líderes internacionais, segundo avançam os jornais norte-americanos.

Recomendadas

Rússia apoderou-se formalmente da central nuclear de Zaporijia

A central de Zaporijia, a maior central nuclear da Europa, está nas mãos das tropas russas desde o início de março.

Primeira-ministra dinamarquesa convoca eleições antecipadas para novembro

O Partido Social Liberal, uma das formações que dá maioria ao Governo social-democrata, tinha ameaçado Frederiksen com uma moção de censura se não convocasse eleições, após apresentar em junho um relatório crítico sobre a gestão feita pelo executivo em relação ao abate de milhões de visons, devido a uma mutação do coronavírus.

Prémio Nobel da Química para 3 cientistas responsáveis química ‘bioorthogonal’

O termo química ‘bioorthogonal’ refere-se a qualquer reação química que pode ocorrer dentro de sistemas vivos sem interferir nos processos bioquímicos nativos. O termo foi cunhado por Carolyn R. Bertozzi em 2003.
Comentários