Trump quer erguer um novo muro. Desta vez na Irlanda

Ainda antes de anunciar a construção de um muro a separar o México dos EUA, o futuro inquilino da Casa Branca já tinha a intenção de erguer um muro num condado irlandês.

A subida do nível médio da água do mar na costa irlandesa está a colocar em risco um dos resorts de golfe de luxo de Donald Trump. Para enfrentar o problema, Trump propõe a construção de um muro e desta vez (espante-se) tem o apoio popular.

Depois de ter dito que o aquecimento global é uma “fraude inventada pelos chineses para minar a industrialização dos EUA” e de se ter mostrado pouco aberto a colaborar com o acordo alcançado em Paris para combater as alterações climáticas, é a vez da mãe natureza dar uma lição a Donald Trump.

Segundo avança o ‘The Guardian’, o Trump International Golf Links and Hotel situado no Condado de Clare, na Irlanda, ameaça sucumbir à força das tempestades marítimas, que se têm registado depois o nível das águas ter subido. Para proteger o seu património, Donald Trump pretende criar um muro que impeça a água de avançar.

A ideia parece estar a ser bem recebida junto dos irlandeses que até já há quem diga estar disponível para ajudar na construção. Os moradores vizinhos do resort afirmam que esta será fundamental para garantir a segurança da área e evitar a erosão do mar.

O muro tem, no entanto, levantado problemas burocráticos e logísticos, devido ao seu peso e extensão. Trump alega que de outra forma terá de encerrar o estabelecimento e mandar para o desemprego aos seus trabalhadores.

O “capricho” de Trump, como lhe chamam os críticos da iniciativa do magnata do imobiliário, poderá, contudo, ser insuficiente para conter a força da natureza.

“Trump chama o aquecimento global de farsa… menos quando ameaça os seus campos de golfe”, dizem.

Recomendadas

Conselho de Ministros moçambicano aprova criação de fundo soberano

O Conselho de Ministros moçambicano aprovou hoje a criação do fundo soberano do país, cuja capitalização deverá arrancar com as receitas deste ano da plataforma Coral Sul, que começou a exportar gás do Rovuma há duas semanas.

Ucrânia: Alemanha garante apoio ao sector energético e entrega “mais de 350 geradores”

A Alemanha vai fornecer “mais de 350 geradores” à Ucrânia, afetada pelos ataques russos contra as suas infraestruturas de energia nas últimas semanas, divulgou hoje o porta-voz do Governo alemão.

Venezuela prepara acordos com petrolífera Chevron após alívio de sanções

A Venezuela anunciou hoje que vai assinar, nas próximas horas, acordos com a petrolífera norte-americana Chevron para impulsionar o desenvolvimento local de empresas mistas (capital público e privado) e a produção de petróleo.
Comentários