Turismo da Madeira cai nas dormidas mas sobe nos proveitos

Os proveitos totais e de aposento valorizaram 3% e 6,2% enquanto que as dormidas quebraram 5,2%.

O turismo da Madeira registou um aumento de 3% e de 6,2%, em junho, nos proveitos totais e de aposento apesar da quebra de 5,2% nas dormidas, diz a Direção Regional de Estatística (DREM).

Em junho os proveitos totais chegaram aos 46,1 milhões de euros enquanto que os de aposento ficaram nos 31,5 milhões de euros. Já as dormidas ficaram nas 821,5 milhares.

A registar ainda o decréscimo de 8,3% nas dormidas na hotelaria, apesar de terem representado 83,3% do total das dormidas, e ainda o crescimento de 13,1% nas dormidas no alojamento local, um setor que já tem um representação de 14,8%.

Em crescimento está também o turismo em espaço rural e de habitação, que subiu 20,7%, mas que representa 1,9% do total das dormidas.

Verificou-se em junho uma taxa de ocupação cama de 68,6%, uma quebra de 6,5% no período homólogo, e um crescimento de 2,5% no rendimento médio por quarto (RevPAR), no alojamento turístico, enquanto que na hotelaria esse parâmetro, teve uma subida de 3,5% para os 66,73 euros.

Relacionadas

Quanto vale a hotelaria da Madeira?

Em 27 anos os proveitos totais dos estabelecimentos hoteleiros, na Madeira, são quatro vezes superiores. Os hotéis é a área com o maior peso.

Madeira lidera estada média no alojamento local ao nível nacional

A Madeira lidera a lista com uma estada média de 4,80 noites seguida pelo Algarve (3,23) e Lisboa (2,37).

Hotelaria da Madeira aumenta proveitos, Reino Unido e Alemanha são principais mercados

A hotelaria registou ainda aumentos nas dormidas, nos proveitos de aposento, e na taxa de ocupação cama.
Recomendadas

PremiumChoux: a pastelaria que junta bolos franceses aos sabores regionais

A pasteleira Joana Gonçalves meteu ‘mãos à obra’ na altura da pandemia. As encomendas são uma parte importante do negócio, sendo que representam cerca de 50% do faturamento da empresa. É possível mandar fazer bolos de aniversário, sobremesas e cestos de piquenique.

Madeira: Comercialização de banana aumentou 12,6% em 2022

O aumento registado em 2022 foi transversal a todas as categorias de banana. Comparativamente ao ano anterior, a banana de categoria extra cresceu 14,3%, a de primeira categoria, 8%, e a de segunda, 2,1%.

PremiumGato Preto aposta no e-commerce e vê Madeira como mercado de futuro

As vendas online têm tido um forte crescimento na Madeira. Transformação digital e e-commerce continuarão a ser apostas da cadeia de produtos de decoração. Clima e turismo são elementos diferenciadores nas lojas da Madeira e dos Açores.
Comentários