Turismo de Portugal nega responsabilidades por omissão do Centro em revista do setor

O presidente do Turismo de Portugal (TP), João Cotrim de Figueiredo, negou responsabilidades deste instituto no conteúdo editorial de um suplemento de uma revista internacional dedicado ao setor no país. O presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal, Pedro Machado, criticou hoje o Turismo de Portugal por ter alegadamente financiado a publicação, […]

O presidente do Turismo de Portugal (TP), João Cotrim de Figueiredo, negou responsabilidades deste instituto no conteúdo editorial de um suplemento de uma revista internacional dedicado ao setor no país.

O presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal, Pedro Machado, criticou hoje o Turismo de Portugal por ter alegadamente financiado a publicação, na revista “Monocle”, de um caderno em que o Centro não figura, ao contrário das restantes quatro regiões de Turismo.

“A responsabilidade editorial é inteiramente da revista”, disse esta tarde João Cotrim de Figueiredo à agência Lusa.

O presidente frisou que o TP “não teve intervenção” nas opções da última edição da “Monocle” ao nível do conteúdo sobre o turismo nacional.

“Eles são inteiramente livres. Só isto é que empresta credibilidade ao que publicam”, acrescentou, escusando-se a comentar, para já, a não inclusão da Região Centro naquele trabalho.

João Cotrim de Figueiredo lamentou ainda que a Turismo do Centro e Pedro Machado tenham colocado esta questão “na praça pública” – e num “tom lamentável” – sem antes ter havido um contacto para que fosse esclarecida.

Sem questionar os critérios editoriais da revista, com a qual mantém uma parceria “mais vasta”, o Turismo de Portugal admite vir a discordar da opção da revista em termos do conteúdo, o que, segundo o presidente, já aconteceu anteriormente.

“Não aceito esta discriminação e alguém vai ter de explicar”, disse hoje à Lusa Pedro Machado, que na quarta-feira enviou uma carta a João Cotrim Figueiredo a pedir esclarecimentos.

Esta semana, a revista “Monocle” lançou um suplemento sobre o turismo em Portugal, intitulado “Portugal: A Monocle Travel Guide”, que foi “pago pelo Turismo de Portugal e que este irá financiar em cerca de 190 mil euros a conferência Quality Live”, que aquela revista vai organizar em abril de 2015, em Lisboa, segundo uma nota hoje divulgada pelo presidente da Turismo do Centro.

OJE/Lusa

Recomendadas

OCDE. Escassez de energia pode levar a recessão na Europa e aumentar inflação em 1,5 pontos percentuais

Uma escassez de energia mais grave, especialmente de gás, poderia aumentar a inflação da zona euro em 1,5 pp (pontos percentuais) e reduzir o crescimento na Europa em mais de 1,2 pp, levando a uma recessão, alerta a OCDE.

OCDE mais pessimista para 2023 vê economia da zona euro crescer 0,3% e inflação de 6,2%

Nas previsões económicas intercalares divulgadas hoje, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) revela-se mais otimista sobre o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da zona euro deste ano, melhorando a estimativa em 0,5 pontos percentuais (pp.) face a junho, para 3,1%, mas cortou em 1,3 pp. a de 2023 para 0,3%.

OCDE mantém crescimento global deste ano de 3% mas corta o de 2023 para 2,2%

A OCDE manteve as perspetivas de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) mundial deste ano em 3%, prevendo que as economias do G20 cresçam 2,8% (menos 0,1 ponto percentual (pp.) do que em junho).