Turismo em Portugal ultrapassa níveis pré-pandemia pela primeira vez (com áudio)

Face ao periodo homólogo de 2019, o mercado interno cresceu 15,0% e os mercados externos diminuíram 4,4%, segundo o Instituto Nacional de Estatística.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou estatísticas relativamente à atividade turística, que ultrapassou os níveis pré-pandemia pela primeira vez desde que a Covid-19 chegou ao país.

Segundo o INE, em abril de 2022 o setor do alojamento turístico registou 2,4 milhões de hóspedes e 6,0 milhões de dormidas, correspondendo a aumentos de 424,6% e 548,4%, respetivamente, quando em março eram de 462,6% e 540,6%. Em comparação a abril de 2019 existiram crescimentos de 1,6% e 1,1%, respetivamente.

No mês de abril, o mercado interno contribuiu com 1,9 milhões de dormidas para o sector e os mercados externos com 4,1 milhões, o maior valor desde o início a pandemia. Face ao periodo homólogo de 2019, o mercado interno cresceu 15,0% e os mercados externos diminuíram 4,4%.

Quanto aos proveitos totais, atingiram 389,2 milhões de euros e avançaram 726,2%. Já os proveitos de aposento
corresponderam a 291,0 milhões de euros, o que representa um crescimento de 728,5%. Comparando com abril de 2019, registaram-se aumentos de 16,2% e 16,8%, respetivamente.

Relativamente ao rendimento médio por quarto disponível (RevPAR), situou-se em 51,6 euros em abril e o rendimento médio por quarto ocupado (ADR) alcançou os 92,2 euros. Em relação a abril de 2019, quer o RevPAR quer o ADR cresceram 13,3%.

Nos primeiros quatro meses de 2022, as dormidas aumentaram 449,2%, mas continuaram abaixo (11,9%) dos níveis do mesmo período de 2019, como consequência da diminuição dos não residentes (18,4%), tendo as dormidas de residentes aumentado 3,4%.

Considerando a generalidade dos meios de alojamento no conjunto dos primeiros quatro meses de 2022, registaram-se 6,4 milhões de hóspedes e 16,1 milhões de dormidas, correspondendo a crescimentos de 376,8% e 395,4%.

Recomendadas

EUA incluem Irão, grupo Wagner e talibãs na lista negra de liberdade religiosa

O Governo dos Estados Unidos anunciou hoje a sua ‘lista negra’ de países e organizações que atentam contra a liberdade religiosa, nela incluindo Cuba, China, Irão, Rússia, o grupo Wagner e os talibãs, entre outros.

Crise/Energia: Desconto no ISP reduz-se em dezembro com queda dos preços dos combustíveis

O Ministério das Finanças anunciou hoje que em dezembro há uma redução do desconto do ISP em 3,9 cêntimos por litro de gasóleo e em 2,4 cêntimos por litro de gasolina, tendo em conta a queda dos preços.

PremiumEmpresários pedem “velocidade” nos dossiers da economia e turismo

Confederações de empresários da indústria e de turismo agradecem aos secretários de Estado demissionários e esperam que os novos continuem o trabalho já realizado, concretizando planos anunciados.
Comentários