Turismo médico tem potencial para gerar negócios superiores a 100 milhões anuais em Portugal

Turismo de Portugal, Health Cluster, AICEP e APHP vão assinar amanhã um protocolo para impulsionar a oferta nacional neste segmento.

REUTERS/Rafael Marchante/

O segmento do turismo médico em Portugal tem potencial para gerar um volume de negócios superior a 100 milhões de euros por ano, pelo que o nosso país tem boas condições para se afirmar no plano internacional no âmbito deste mercado.

Por outro lado, o setor da saúde é um ativo emergente na estratégia ‘Turismo 2027’ e um polo de desenvolvimento do país.

Tendo em conta estas duas realidades simultâneas, diversas entidades, como o Turismo de Portugal, o Health Cluster (HCP), a AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal e a APHP – Associação Portuguesa de Hospitalização Privada, “tomaram a iniciativa de celebrar um protocolo que permita impulsionar o reconhecimento e a notoriedade internacional da oferta portuguesa e apoiar a sua colocação nos mercados externos”.

A assinatura desse protocolo terá lugar amanhã, dia 18 de dezembro, numa cerimónia que se irá realizar, às 8h45m, no salão nobre do Ministério da Economia e da Transição Digital, e será presidida pelo ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, acompanhado pela secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, pelo Secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, e pela secretária de Estado Adjunta e da Saúde, Jamila Madeira.

“O protocolo a assinar promove uma gestão mais eficaz e ativa sinergias entre os quatro subscritores, dado que o Turismo de Portugal é o instituto público competente na promoção internacional do destino Portugal, o HCP é a entidade que elegeu o turismo médico como vetor de competitividade do setor da saúde, a AICEP é a entidade que tem ‘expertise’ no apoio à internacionalização das empresas e na exploração de oportunidades e missões no exterior do país, e a APHP é a associação que representa a hospitalização privada portuguesa”, destaca um comunicado do Turismo de Portugal.

Recomendadas

Portugal e Espanha terão de continuar a ter “exceção ibérica” no preço do gás

O primeiro-ministro disse que tem de continuar a haver uma “exceção ibérica” para os preços do gás mesmo que seja criado um novo mecanismo europeu, porque Portugal e Espanha continuam a ser “uma ilha” energética.

Costa contraria ideia de empobrecimento e afirma que Portugal está a crescer mais do que Alemanha, França e Espanha

Dados de Costa surgem dias depois das previsões de Outono da Comissão Europeia, cujas mais recentes previsões indicam que em 2024 a Roménia ultrapassará Portugal no ranking de desenvolvimento económico da UE.

PremiumOCDE deixa quatro recados a Portugal, do PRR ao orçamento

A OCDE está menos otimista do que estava no verão quanto à evolução da economia portuguesa no próximo ano, tendo revisto em baixa a previsão de crescimento do PIB. Aproveitou também para alertar para a importância do PRR e da consolidação orçamental.
Comentários