Turismo quer continuar na vanguarda do crescimento

Na próxima terça realiza-se o Tourism Day, evento organizado pela aceleradora portuguesa Beta-i, para promover startups de base tecnológica, ligadas ao setor.

A Beta-i, apoiada pelo Turismo de Portugal, vai realizar no próximo dia 29 de novembro o evento ‘Tourism Day’. Com lugar na Escola de Turismo de Portugal, na Estrela, em Lisboa, este evento traduz-se num intenso ponto de ligação entre as startups e investidores nacionais e internacionais, empresários do setor, investigadores e organizações.

Esta indústria é um setor estratégico de inovação em Portugal, e cujas receitas já representam cerca de 6% do PIB do país. Portugal recebeu, no ano passado, 3,6 milhões de turistas estrangeiros que, por sua vez, deixaram mais de 31 milhões de euros por dia, em média. O apoio institucional do Turismo de Portugal a este tipo de eventos pretende, também, contribuir para a consolidação do país como um dos maiores centros de inovação e empreendedorismo na Europa, como ficou comprovado na última edição da cimeira Web Summit, realizada em Lisboa.

O turismo de base tecnológica e a emergência de novos modelos de negócio são o tema central do evento, seguidos de uma apresentação de casos de sucesso. O apoio ao empreendedorismo é hoje uma das linhas prioritárias na estratégia de atuação do Turismo de Portugal, realizado através de múltiplas iniciativas.

Com oradores de diversos setores no evento, onde irão apresentar as suas ideias, as tendências de mercado e as suas experiências de internacionalização, destacam-se a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, Carlos Abade, do Conselho Diretivo do Turismo de Portugal, a diretora geral da Cisco Portugal, Sofia Tenreiro, o membro do Comité Executivo do Grupo Pestana, Nuno Pires, CMO do Grupo Amadeus (Espanha), Ludo Verheggen e o administrador dos hotéis Vila Galé, Gonçalo Almeida.

Recomendadas

Talent Protocol compra empresa canadiana ligada à blockchain

A escolha recaiu sobre a Agora Labs, fundada por um grupo de quatro adolescentes. Matthew Espinoza (agora com 20 anos) e Freeman Zhang (de 19 anos) juntam-se à equipa da startup portuguesa dos ‘tokens’ para profissionais talentosos.

Networkme recebe um milhão de euros para expandir negócio na Península Ibérica

O financiamento foi liderado pela sociedade de capital de risco Big Sur Ventures, que conta com a participação do banco espanhol Bankinter, através da Fundação Inovação Bankinter.

Airbnb. Anfitriões em Lisboa ganharam mais de 11 milhões com a Web Summit desde 2016

O ano passado, um anfitrião típico em Lisboa ganhou em média 400 euros. Nos quatro dias do evento de tecnologia, que regressa à capital portuguesa no próximo mês, foram acolhidos 11 mil hóspedes.
Comentários