TVI avança que Governo poderá extinguir o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

A possibilidade de o Governo extinguir o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) enquanto órgão de polícia criminal, distribuindo as suas competências por outras forças de autoridade, foi noticiada nesta noite de sábado pela TVI, que citou fontes próximas do Ministério da Administração Interna. Segundo a TVI, poderá vir a ser criado um novo organismo […]

A possibilidade de o Governo extinguir o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) enquanto órgão de polícia criminal, distribuindo as suas competências por outras forças de autoridade, foi noticiada nesta noite de sábado pela TVI, que citou fontes próximas do Ministério da Administração Interna.

Segundo a TVI, poderá vir a ser criado um novo organismo sob a tutela da Secretaria-Geral da Administração Interna que terá a cargo a atribuição de vistos, concessão de autorizações de residência e avaliação dos pedidos de asilo, enquanto a PSP ficaria com a missão de controlar as fronteiras nos aeroportos, deixando para a Polícia Judiciária o exclusivo da investigação de casos de tráfico de seres humanos e associação criminosa para a exploração da imigração ilegal.

Fonte governamental garantiu que a reestruturação já estava a ser ponderada, acabando por ser acelerada pelo homicídio do ucraniano Ihor Homeniuk quando estava detido nas instalações do SEF no aeroporto de Lisboa.

Relacionadas

“Condolências não interferem numa investigação judicial”, diz Marisa Matias sobre morte do cidadão ucraniano nas instalações do SEF

A candidata presidencial Marisa Matias criticou hoje o silêncio de Marcelo Rebelo de Sousa sobre a morte do cidadão ucraniano nas instalações do SEF, considerando que contactar a família e apresentar as condolências não interferia com a investigação judicial.

PR não se quis imiscuir no caso do ucraniano morto no aeroporto de Lisboa, mas quer “um SEF novo”

Na sequência do caso que resultou da morte de Ihor Homeniuk à guarda do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras do aeroporto de Lisboa, Marcelo destacou que abordou o caso publicamente em maio, mas que a comunicação social não se interessou. Ainda assim, o Presidente quer ver concretizado o plano do Governo para a remodelação da agência.

Ministro informa embaixadora sobre indemnização pela morte de ucraniano à guarda do SEF

A embaixadora da Ucrânia em Lisboa, Inna Ohnivets, foi recebida pelo ministro Eduardo Cabrita com o propósito de lhe ser dada “nota das decisões tomadas pelo Governo relativas à morte do cidadão Ihor Homeniuk.
Recomendadas

Prisão preventiva para 31 dos 35 arguidos suspeitos de tráfico de pessoas no Alentejo

Carlos Alexandre determinou a prisão preventiva para 31 arguidos, oito dos quais com possibilidade de ficar em prisão domiciliária com pulseira eletrónica, caso o relatório do DGRSP seja favorável.

Primeiro-ministro reafirma prioridade do Governo no combate à violência doméstica (com áudio)

O primeiro-ministro, António Costa, reafirmou a “prioridade do Governo” no combate à violência doméstica, sublinhando o “reforço de verbas” no OE 2023. A GNR lança esta sexta-feira uma campanha de combate ao flagelo.

PremiumCâmara de Caminha paga 20 mil euros para parecer sobre decisão já tomada

Negócio para centro de exposições, que não existe, já custou ao erário público cerca de 400 mil euros: adiantamento de 369 mil e agora mais 20 mil para parecer após rescisão contratual.
Comentários