Twitter suspende conta de Kayne West por incitação à violência, anunciou Elon Musk (com áudio)

O Twitter suspendeu hoje a conta do ‘rapper’ norte-americano Kanye West por “incitação à violência”, anunciou o proprietário da rede social, Elon Musk.

Kanye West

A decisão foi tomada na sequência da publicação de uma imagem do símbolo nazi, uma suástica, entrelaçado com uma estrela de David, um símbolo judaico.

“Apenas para esclarecer que a conta [de West] foi suspensa por incitação à violência”, indicou Musk, em resposta à imagem divulgada pelo ‘rapper’, cada vez mais isolado depois de recentes declarações antissemitas e da admiração expressa por Hitler.

Relacionadas

Adidas termina ligação com Kanye West devido a comentários antissemitas (com áudio)

A parceria foi terminada porque os comentários do rapper norte-americano “violam os valores da companhia de diversidade e inclusão, respeito mútuo e justiça”, de acordo com a própria marca. O acordo valia cerca de 1,7 mil milhões de dólares.

Kanye West vai comprar plataforma conservadora Parler

O rapper norte-americano vai comprar a Parler, uma rede social que se classifica a si própria conservadora, e que tem uma base significativa de usuários apoiantes de Donald Trump. A plataforma está associada a teorias da conspiração e grupos de extrema-direita.

Twitter bloqueia conta de Kanye West por mensagem considerada antissemita

A rede social Twitter bloqueou, no domingo, a conta do ‘rapper’ norte-americano Kanye West, na sequência de uma mensagem considerada antissemita.
Recomendadas

Tunísia: eleições deixam claro divórcio entre o presidente e o país

O divórcio cada vez maior entre o regime de Kais Saied e os tunisinos tem dificultado a representatividade das instituições. A segunda volta das parlamentares tem lugar este domingo.

Reino Unido: Primeiro-ministro cede à pressão e demite Nadhim Zahawi

Rishi Sunak continua em regime de gestão de crises sucessivas: demitiu do governo o presidente do Partido Conservador, Nadhim Zahawi, por incumprimento das regras das declarações fiscais.

Ucrânia: Scholz quer manter aberta a linha de comunicação com Putin

O chanceler alemão Olaf Scholz disse que quer manter aberta a linha de comunicação com o Presidente russo Vladimir Putin, avança a agência de notícias EFE citando uma entrevista publicada este domingo.
Comentários