Uber condenada a pagar 17 milhões de euros a 139 motoristas em Lyon

A advogada dos motoristas da Uber declarou, confirmando uma notícia do diário regional “Le Progrès”, que “a Uber foi condenada a requalificar os contratos no montante de 17 a 20 milhões de euros”.

A empresa Uber foi condenada a pagar 17 milhões de euros a 139 motoristas em Lyon, a terceira cidade francesa, confirmou sexta-feira a advogada destes à AFP, qualificando a decisão de “histórica”.

Stéphane Teyssier declarou, a confirmar uma notícia do diário regional Le Progrès, que “a Uber foi condenada a requalificar os contratos no montante de 17 a 20 milhões de euros”.

Os motoristas da Uber em Lyon recorreram às instâncias judiciais, que se pronunciaram “na base de uma jurisprudência bem estabelecida de janeiro de 2020, que considerou os motoristas Uber como assalariados”, adiantou a advogada, para quem “isto não é surpreendente, mas a aplicação lógica de jurisprudência”.

A Uber já anunciou que vai recorrer da sentença.

Recomendadas

BPI vai pagar 284 milhões de euros em dividendos ao CaixaBank

“Temos um pay out proposto de 65% do resultado em Portugal e de 100% nos negócios em África”, afirmou João Pedro Oliveira e Costa, CEO do BPI, na apresentação dos resultados referentes a 2022, o que totaliza 284 milhões de euros em dividendos.

Fintech brasileira recebe 15 milhões de fundo italiano e avança para Europa, incluindo Portugal

Na Europa, a Capitual obteve uma licença para fornecer serviços de criptoativos a partir da Itália. Com essa autorização, poderá levar ativos digitais para os outros mercados da União Europeia.

PremiumAltice, Pingo Doce e CGD entre as 21 entidades com donativos à JMJ

A Fundação responsável pela organização da Jornada Mundial da Juventude recebeu 4,9 milhões de euros de donativos de 19 empresas de vários sectores e da Santa Casa de Misericórdia de Lisboa e de Oeiras.
Comentários