Ucrânia. Seis cargueiros de cereais deixam portos ucranianos, anuncia Governo da Turquia (com áudio)

Os navios vão utilizar o corredor humanitário seguro no mar Negro, rota que já permitiu a exportação de 9,7 milhões de toneladas de cereais e outros produtos agrícolas da Ucrânia, apesar do conflito, graças ao acordo internacional assinado em julho, sob a égide da Turquia e da ONU.

Seis cargueiros carregados com cereais deixaram hoje os portos ucranianos, depois de o tráfego ter sido retomado no dia anterior, anunciou o Ministério da Defesa turco.

Os navios vão utilizar o corredor humanitário seguro no mar Negro, rota que já permitiu a exportação de 9,7 milhões de toneladas de cereais e outros produtos agrícolas da Ucrânia, apesar do conflito, graças ao acordo internacional assinado em julho, sob a égide da Turquia e da ONU.

De acordo com o Ministério da Defesa turco, citado pela agência oficial de notícias turca, 426 navios cruzaram já esta rota segura desde 1 de agosto.

A Rússia retomou, na quarta-feira, a participação no acordo de exportação de cereais ucranianos, depois de indicar ter recebido “garantias escritas” da Ucrânia sobre a desmilitarização daquele corredor marítimo.

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, e os ministros da Defesa e dos Negócios Estrangeiros da Turquia, país garante do negócio de cereais, crucial para o abastecimento alimentar mundial, especialmente em África e no Médio Oriente, têm trabalhado para ultrapassar as objeções russas.

Na sexta-feira, Moscovo suspendeu a participação no acordo, na sequência de um ataque com ‘drone’ [aparelho não tripulado], na região da Crimeia anexada.

Recomendadas

Ucrânia: UE propõe tribunal especial para julgar “crimes horríveis” da Rússia (com áudio)

O anúncio foi feito hoje pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, numa mensagem difundida através da rede social Twitter, acompanhada de imagens vídeo da declaração.

Ucrânia teve “alguns milhares” de ciberataques este ano, diz ministro ucraniano

Mykhailo Fedorov, responsável pela pasta da Digitalização na Ucrânia, diz que os ataques informáticos acontecem diariamente e que proteger os dados da população não se mede em dólares.

Ucrânia: Alemanha garante apoio ao sector energético e entrega “mais de 350 geradores”

A Alemanha vai fornecer “mais de 350 geradores” à Ucrânia, afetada pelos ataques russos contra as suas infraestruturas de energia nas últimas semanas, divulgou hoje o porta-voz do Governo alemão.
Comentários