UEFA prepara cheque de 156 milhões de euros para os três “grandes” (e a Liga dos Campeões ainda vai a meio)

Nem só do dinheiro da Liga dos Campeões vive a valorização desta competição. Fruto da participação na prova mais endinheirada da UEFA, os plantéis do FC Porto, SL Benfica e Sporting CP valem agora mais 90 milhões do euros do que há três meses.

SL Benfica e FC Porto passaram a fase de grupos da Liga dos Campeões com distinção e em primeiro lugar dos respetivos grupos. Naturalmente, esta performance desportiva tem a devida recompensa ao nível financeiro e no global, se incluirmos a verba garantida pelo Sporting CP, a UEFA terá que passar o cheque mais chorudo de sempre a clubes portugueses: um total de 155,9 milhões de euros. Ainda vamos a meio da mais endinheirada prova de clubes do mundo e a qualificação para os quartos-de-final vale mais 10,6 milhões de euros.

SL Benfica: em três meses, equipa valorizou 59,2 milhões 

Esta quarta-feira, as “águias”, que já tinham confirmado a qualificação para os oitavos-de-final, jogavam em Haifa (Israel) a possibilidade de chegar ao primeiro lugar do grupo e conseguir o estatuto de cabeça de série no sorteio para a próxima fase da prova. O fator de desempate dos golos fora permitiu ao SL Benfica chegar à liderança do grupo e garantir mais 2,8 milhões de euros. Nas contas finais, os ‘encarnados’ garantiram 61 milhões de euros e estão a apenas 3,9 milhões da verba garantida na época passada (a mais elevada de sempre para o SL Benfica na ‘Champions’), fruto de um prémio de entrada de 38,4 milhões de euros, 13 milhões de euros garantidos pelas quatro vitórias e dois empates e 9,6 milhões de euros pela qualificação para os oitavos-de-final.

Note-se que, de acordo com o site “Transfermarkt”, o SL Benfica entrou nesta fase de grupos como a terceira equipa mais valiosa (238,8 milhões de euros, a avaliação no início de setembro deste ano) atrás de colossos financeiros como o PSG (na altura avaliado em 912,4 milhões) e Juventus (com um valor de mercado de 493,4 milhões). Ainda de acordo com o site “Transfermarkt”, em três meses, as “águias” valorizaram 60 milhões de euros: valem agora 298 milhões.

FC Porto: para já, mais 16,1 milhões do que na época passada

Na terça-feira, o FC Porto foi a primeira equipa portuguesa a garantir a passagem à fase seguinte em primeiro lugar no grupo, depois do triunfo frente ao Atlético de Madrid. E isto significa que Portugal vai ter dois cabeças-de-série no sorteio da “Champions”, uma clara vantagem no sentido de evitar as equipas mais fortes na próxima fase da prova. Ao todo, o cheque que a UEFA irá remeter para o Estádio do Dragão será de 60,3 milhões de euros: 39,5 milhões de euros só pela entrada na fase de grupos, 11,2 milhões de euros fruto de quatro vitórias no grupo e 9,6 milhões de euros pela qualificação para os oitavos. Só nesta fase, o FC Porto já amealhou mais 16,1 milhões de euros do que a soma conquistada na época passada: 44,2 milhões de euros.

Curiosamente, neste grupo B, ficaram qualificadas as duas equipas menos valiosas do grupo. No início da competição, o FC Porto estava avaliado em 248,7 milhões de euros e três meses depois conseguiu valorizar-se para 263,8 milhões de euros.

Sporting CP: Faltou um ponto para 9,6 milhões

Quanto ao Sporting CP e apesar dos “verde e brancos” ainda poderem arrecadar algumas verbas na segunda prova da UEFA, a dura realidade para a Sporting SAD é que as contas na Liga dos Campeões estão fechadas e a UEFA já prepara o cheque que vai enviar para Alvalade.

E nesse cheque estará um valor de 34,6 milhões de euros, fruto dos 28,1 milhões arrecadados com o apuramento direto para a fase de grupos da Liga dos Campeões e de 6,5 milhões de euros, resultado de duas vitórias (em Frankfurt e em Lisboa, frente ao Tottenham) e um empate (em Londres). Na temporada anterior, o Sporting CP ganhou 45,01 milhões nesta prova.

No início de setembro, o plantel do Sporting CP estava avaliado em 219,30 milhões de euros e, apesar de não ter-se qualificado para a próxima fase da prova, a avaliação do grupo de trabalho é agora de 234,9 milhões de euros.

Recomendadas

Râguebi português no Mundial: uma oportunidade para atrair patrocinadores? Veja o “Jogo Económico”

O râguebi português vive um momento histórico com a segunda qualificação para o Mundial. Dos apoios aos patrocínios, o que ganha a modalidade com esta visibilidade? Carlos Amado da Silva, presidente da Federação Portuguesa de Râguebi, é o convidado desta edição.

Mundial2022. Croácia nas meias-finais após eliminar o Brasil nos penáltis

A Croácia qualificou-se esta sexta-feira para as meias-finais do Mundial de futebol de 2022, ao vencer o pentacampeão Brasil por 4-2 no desempate por penáltis, após 1-1 nos 120 minutos, no primeiro encontro dos quartos de final.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.
Comentários