Um milhão de passageiros: Ponta Delgada festeja

O Aeroporto de Ponta Delgada acolheu esta segunda-feira o passageiro um milhão, Olaf Richter. De nacionalidade alemã, o senhor Richter, que se deslocou a Ponta Delgada por um período de oito dias, aterrou às 16h15, no voo JAF1433, oriundo de Bruxelas. O voo foi efetuado num Boeing 737-800 do operador Tui Airline Belgium, anunciou a ANA – Aeroportos […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

O Aeroporto de Ponta Delgada acolheu esta segunda-feira o passageiro um milhão, Olaf Richter.

De nacionalidade alemã, o senhor Richter, que se deslocou a Ponta Delgada por um período de oito dias, aterrou às 16h15, no voo JAF1433, oriundo de Bruxelas.

O voo foi efetuado num Boeing 737-800 do operador Tui Airline Belgium, anunciou a ANA – Aeroportos de Portugal.

O passageiro foi recebido em clima de festa por todos os colaboradores da ANA e por stakeholders aeroportuários.

Foi-lhe ainda oferecido um cheque brinde no valor de 100 euros.

OJE

 

Recomendadas

PremiumPreservar o mirandês num mundo onde as línguas regionais estão em extinção

Em Terra de Miranda, há elementos da sociedade civil que não deixam esmorecer uma causa que entendem ser nacional e não apenas regional: a preservação da língua e cultura mirandesa. As suas propostas constam do Roteiro para a região, já apresentado aos decisores políticos e assente numa visão de futuro.

2022, ano de esperança: “recuperação criativa e comercial”

O que procura o consumidor num relógio? “Atualmente os clientes compram um relógio pela beleza da peça. Usam-no como uma joia e não como uma ferramenta”, diz Carlos Rosillo, CEO da Bell & Ross.

“Vamos manter a nossa presença no mercado e surpreender!”

A coleção de Natal que Eugénio Campos nos traz este ano é “acima de tudo, uma coleção com muita criatividade, inspirada na família e no sentimento, e pensada para que seja uma coleção de gerações”, garante o seu criador.