Universidade do Minho apresenta exposição e conferências sobre os relógios de sol

A exposição inaugura esta quinta-feira, 24 de novembro, e pretende resgatar o acervo de relógios de sol bracarense, chamando a atenção para as questões que estes instrumentos colocam do ponto de vista da geometria, astronomia e história da arte. A entrada é livre.

A Escola de Ciências da Universidade do Minho inaugura esta quinta-feira, 24 de novembro, pelas 18h00, a exposição “Relógios de Sol”, no Museu dos Biscainhos, em Braga. A sessão inclui a conferência do secretário-geral da Comissão Portuguesa de História Militar, coronel Borges da Fonseca, e do diretor do Observatório Geofísico e Astronómico da Universidade de Coimbra, João Fernandes, que vão também evocar o general Pereira do Vale (1889-1974) e a sua dedicação à matemática, história, artilharia, engenharia e… aos relógios de sol.

A exposição – patente até 8 de janeiro de 2023 e com entrada livre – pretende resgatar o acervo de relógios de sol bracarense, chamando a atenção para as questões que estes instrumentos nos colocam do ponto de vista da geometria, astronomia e história da arte. Há sobretudo peças de Braga, mas também dos concelhos de Amares, Barcelos, Celorico de Basto, Fafe, Guimarães, Póvoa de Lanhoso, Terras de Bouro e Vila Verde. A partir do acervo privado de Pereira do Vale, a mostra desvela ainda a ação daquele general no estudo, inventariação e construção de relógios de sol.

A exposição é produzida pela Escola de Ciências da UMinho, com curadoria de João Cabeleira e Maria Elfrida Ralha, tendo a parceria do Município de Braga, do Planetário – Casa da Ciência de Braga, do Museu dos Biscainhos, da Direção Regional de Cultura Norte, da Rede Casas do Conhecimento, do Laboratório de Paisagens, Património e Território (Lab2PT), do Centro de Matemática da UMinho e da Fundação para a Ciência e Tecnologia.

Recomendadas

GameStop: o poder das comunidades

Weekend: A equipa da Instinct deixa-lhe sugestões de entrevistas, livros, filmes, séries, podcasts e artigos que o/a vão ajudar a entender, refletir e inspirar sobre o futuro para inovar com impacto.

Ministro da Cultura quer consenso alargado nas diretivas sobre direitos no mercado digital

A diretiva europeia que adapta a gestão dos direitos de autor e dos direitos conexos ao meio digital vai estar em consulta pública, período durante o qual poderão voltar a ser ouvidas as partes interessadas no processo.

Bankinter é mecenas da exposição “Faraós Superstars” na Fundação Gulbenkian

A exposição “Faraós Superstars” pretende fazer uma reflexão sobre a popularidade dos faraós, reunindo 250 peças de importantes coleções europeias, provenientes de diferentes períodos históricos, desde antiguidades egípcias, passando pelas iluminuras medievais e pintura clássica até à música pop.
Comentários