Unidades de AVC estão mal distribuídas e têm carência de profissionais

O estudo, coordenado pelos neurologistas Miguel Rodrigues e José Mário Roriz, analisou as 35 Unidades de AVC do país e concluiu que algumas não têm equipas próprias de enfermeiros, fisioterapeutas ou terapeutas da fala.

Portugal tem “uma distribuição claramente desigual” de Unidades de AVC (UAVC) e a maioria das unidades “apresenta constrangimentos importantes na infraestrutura e capital humano”, indica um estudo.

Continue a ler a notícia AQUI.

Recomendadas

Portugal registou 18.315 mil casos e 37 mortes de Covid-19 na última semana

A Direção-Geral da Saúde contabilizou mais 2.049 infeções em comparação à semana anterior.

PremiumPizarro precisa recuperar confiança e mudar políticas

Pela frente, o novo ministro da Saúde terá de, entre outros aspectos mencionados por ex-governantes, melhorar o acesso à saúde e ponderar em cooperar com o sector privado. Alertam que o SNS está pior na resposta à população.
Comentários