PremiumUnitel paga à Oi 30 milhões de dividendos atrasados

Oi tem mil milhões de dólares a receber em dividendos dos seus 25% da Unitel. Isabel dos Santos, que também tem 25%, já recebeu 300 milhões de dólares e poderá exigir outros 700, após a Oi ser ressarcida.

A operadora angolana Unitel já começou a pagar à brasileira Oi (participada da portuguesa Pharol, ex-PT) os dividendos em atraso desde 2012, com uma primeira tranche no valor de 30 milhões de dólares, apurou o Jornal Económico. Em causa estão cerca de mil milhões de dólares em dividendos que não eram pagos desde o tempo em que a Unitel era controlada por Isabel dos Santos e a participação de 25% hoje detida pela Oi estava nas mãos da antiga PT, então liderada por Granadeiro e Bava.

Desde novembro de 2012 que a operadora angolana não entregava os dividendos aos seus dois acionistas não-residentes em Angola: a PT e a Vidatel, uma sociedade que é detida por Isabel dos Santos mas está sediada nas Ilhas Virgens.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

TAP: Serviços mínimos para greve abrangem países lusófonos e comunidades portuguesas

Os serviços mínimos para a greve dos tripulantes de cabine da TAP, marcada para quinta e sexta-feira, abrangem as regiões autónomas, os países lusófonos e zonas com emigrantes portugueses, segundo um acórdão hoje publicado.

Caixa realiza Simulacro anual no edifício Sede

“O exercício teve a participação de 3 mil pessoas que se encontravam no edifício à hora do simulacro”, diz a CGD.  

Sindicato diz que contraproposta de aumentos salariais da Altice fica aquém do pretendido

A proposta da Altice consiste num aumento de 2% para valores base abaixo de 1.300 euros, garantindo um vencimento mínimo de 800 euros e de 1% para valores base entre os 1.300 euros e os 2.300 euros.
Comentários