Universidade de Aveiro acolhe novos estudantes com mega piquenique (com áudio)

O programa de acolhimento aos cerca de 2300 novos alunos arranca esta segunda-feira, 19 de setembro, e termina na sexta-feira, contando com um sunset, concertos, bem como um passeio de moliceiro e bicicleta, entre outros.

Um piquenique, um sunset, concertos, um passeio de moliceiro e bicicleta… É desta forma singular que a Universidade de Aveiro (UA) dá as boas-vindas ao novo ano letivo 2022/23. O programa de acolhimento aos novos alunos arranca esta segunda-feira, 19 de setembro, e termina na sexta-feira, 23.

A sessão de acolhimento aos cerca de 2300 novos estudantes decorre em vários pontos dos campi, mas tem um momento alto num piquenique a realizar na alameda do campus universitário, pelas 12h45 de segunda-feira, no qual participam também a ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, o secretário de Estado do Ensino Superior, Pedro Nuno Teixeira, o reitor, Paulo Jorge Ferreira. A iniciativa é organizada em colaboração com a Associação Académica, presidida por Wilson Carmo.

Na primeira fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior a Universidade de Aveiro demonstrou elevada atratividade, sendo a universidade mais procurada fora do Porto e Lisboa. Foram 2352 os estudantes colocados na UA e é para eles que a próxima semana foi pensada.

A semana contará ainda com as palavras de boas-vindas do presidente da Câmara de Aveiro, Águeda e Oliveira de Azeméis. Para esta segunda-feira, o departamento de Ambiente e Ordenamento preparou um dia especial, com a presença de importantes nomes na área da Engenharia do Ambiente.

Recorde-se que na semana passada, Elvira Fortunato escreveu uma carta às instituições de ensino superior, no sentido de mobilizar a comunidade académica para a criação de “um ambiente inclusivo, inspirador e seguro”.

Recomendadas

PremiumAntigas gestoras voltam ao mercado de trabalho com a Católica-Lisbon

Programa destina-se a mulheres com background na área de gestão, finanças e economia, que estão fora há, pelo menos, dois anos. Há nova edição na forja.

PremiumParceria com Universidade Eduardo Mondlane reforça aposta da UPT na lusofonia

A cooperação entre as universidades portuguesa e moçambicana abrange as áreas da formação avançada, da mobilidade de estudantes e de ‘staff’, da formação pedagógica de docentes, bem como projetos de investigação.

Número de inscritos no ensino superior atinge máximo histórico com mais de 433 mil estudantes

“Este resultado mantém Portugal na trajetória necessária para atingir as metas de qualificação de longo prazo”, aponta o Governo.
Comentários