Usados: Carros com matrícula de 2019 e 2020 registaram aumento da procura em Novembro

Os carros entre os 10 mil euros e os 25 mil euros são os mais visualizados (37%) e também aqueles que representam cerca de metade da oferta de anúncios.

O Standvirtual, portal líder em carros, acaba de divulgar o Panorama Mensal do Mercado Automóvel, baseado em dados disponíveis na plataforma sobre visualizações, oferta e procura, no qual analisa detalhadamente os principais indicadores de compra e venda do mercado automóvel no mês de novembro.

Esta é uma tendência que se tem vindo a verificar desde agosto. Já os veículos matriculados entre 2015-2016 continuam a ser os mais visualizados.

Os carros entre os 10 mil euros e os 25 mil euros são os mais visualizados (37%) e também aqueles que representam cerca de metade da oferta de anúncios. Nas restantes categorias de preço, o número de visualizações mantém-se superior à oferta disponível de anúncios, sobretudo nos carros abaixo de 5 mil euros e acima de 40 mil euros.

A categoria acima de 40 mil euros é a segunda mais visualizada em Novembro (19%), logo seguida pela categoria dos 25 mil euros aos 40 mil euros(18%) e dos 5 mil euros aos 10 mil euros (16%).

Nuno Castel-Branco, Diretor Geral do Standvirtual, diz em comunicado que “ainda que de forma subtil, notamos um ligeiro aumento da procura de usados muito recentes, matriculado nos últimos dois anos. É possível que tal se deva à escassez e dificuldades de entrega que estão a existir no mercado de novos, o que leva os consumidores a procurar alternativas. No geral, estes não são, no entanto, os carros mãos procurados, esta categoria continua a ser a dos carros com cerca de cinco anos de antiguidade”.

As conclusões do estudo revelam que os carros elétricos (5%), os híbridos a gasolina (3,5%) e os híbridos a diesel (1,5%) representam 10% da procura em novembro.

O diesel continua a ser a tipologia mais procurada, no entanto, desde outubro que revela maior oferta de anúncios (65%) do que procura e visualizações. Segue-se a Gasolina, com 27% dos anúncios e 25% da procura.

Relativamente ao segmento mais procurado, destacam-se as carrinhas (18%), SUV (17%) e os utilitários (16,5%). Nestes dois últimos segmentos, a procura ultrapassa a oferta.

Apenas nos segmentos Cabrio, Sedan e Carrinha é que a oferta supera a procura, em Novembro.

As marcas BMW (12,1%) e a Mercedes-Benz (11,6%) continuaram a ser as marcas com maior procura em Novembro, seguindo-se a Renault (10%). Ao contrário do mês anterior, em Novembro a oferta de anúncios foi ligeiramente superior à procura nas duas marcas mais procuradas (12,6% na BMW e 11,8% na Mercedes-Benz). A procura foi superior à oferta no caso da Volkswagen e Audi.

A falta de oferta de anúncios relativamente ao número de visualizações sente-se, no caso dos carros abaixo dos 5 mil euros, sobretudo no Land Rover Freelander e Opel Astra. Nos carros entre 5 mil euros e 10 mil euros há escassez de anúncios face à procura, sobretudo nos modelos BMW Serie 3 e Renault Zoe, segundo o comunicado.

“Nos carros acima de 40 mil euros, a escassez de anúncios para as visualizações observa-se no Tesla Modelo 3, Porsche 911 e Mercedez-Benz Classe C”, refere a nota.

A Standvirtual diz ainda que os carros matriculados entre 2016 e 2020 registam o maior número de visualizações de anúncios por ano de matrícula, destacando-se como os maios procurados. À semelhança do que aconteceu em outubro, em novembro aumentaram as visualizações de veículos matriculados entre 2019 e 2020.

Recomendadas

Receitas das estações de serviço na Ibéria cresceram 29% em 2021 devido à subida dos preços

De acordo com a análise que a Informa D&B realizou a este setor, em 2021 o mercado ibérico registou um aumento significativo de 10,6% face a 2020 no volume das vendas de gasolina e gasóleo, que corresponde a 38,30 milhões de toneladas de combustível.

Dona da Betano celebra primeiro ano da TechHub de Lisboa com reforço das equipas

O Tech Hub da Kaizen Gaming em Lisboa já emprega trinta pessoas e o objetivo passa por continuar a crescer no mercado português. Nesse sentido, serão abertas vagas para diversas funções.

PremiumFintech House muda de sede para duplicar número de startups

‘Joint venture’ da associação Portugal Fintech e da rede de espaços de trabalhos partilhados Sitio investiu perto de um milhão de euros na mudança do edíficio na Praça da Alegria para o da Avenida Duque de Loulé, com dez pisos e mais de 2 mil metros quadrados.
Comentários