Vacinas contra a Covid-19 vão ser administradas em lares já em janeiro, anuncia Marta Temido

“Estimamos que nessas semanas em janeiro, em que vamos receber mais vacinas, passemos o processo de vacinação para profissionais de estruturas residenciais para idosos e de residentes nessas estruturas”, explicou a ministra de Saúde.

A ministra de Saúde, Marta Temido, anunciou este domingo que o processo de vacinação em estruturas residenciais para idosos irá iniciar-se ainda em janeiro, em declarações proferidas no Hospital de São João, no Porto, na cerimónia que marcou a administração da primeira vacina em Portugal.

“Estimamos que nessas semanas em janeiro, em que vamos receber mais vacinas, passemos o processo de vacinação para profissionais de estruturas residenciais para idosos e de residentes nessas estruturas. Temos esse trabalho avançado no sentido de identificar todas estas estruturas, onde estão a decorrer surtos (onde não será indicada a vacinação) e da identificação dos profissionais que irão administrar as vacinas”, explicou a ministra de Saúde.

Portugal iniciou o processo de vacinação contra a Covid-19 este domingo de manhã, passavam cerca de sete minutos das 10h00. O primeiro fármaco desenvolvido pela Pfizer/BioNTech, foi administrado a António Sarmento, no Centro Hospitalar de São João (Porto), pela enfermeira Ana Isabel Ribeiro, que também irá receber a vacina ainda hoje.

Sobre as 70.200 vacinas que chegarão a Portugal esta segunda-feira, Marta Temido realçou que 9.750 vacinas irão para os Açores, 9.750 vacinas irão para a Madeira, uma parte será para a segunda toma destas 9.750 doses que foram administradas a partir de domingo. “Irão sobrar 40 mil vacinas, das quais iremos reservar metade”, realçou a governante.

“Momento cheio de simbolismo”

Em declarações aos jornalistas, Marta Temido definiu este dia como “um momento cheio de simbolismo, simboliza a capacidade que tivemos de trabalhar em conjunto”. Considera a governante que “desde há longos meses que os profissionais de saúde do SNS e de outros setores vêm colaborando no sentido de garantir os melhores cuidados e a melhor assistência a quem precisa, tanto a infetados por Covid-19 como suspeitos de terem contraído esta doença”.

A ministra da Saúde destacou, por outro lado, “a capacidade que esses mesmos profissionais tiveram de ao longo das últimas horas terem trabalhado em conjunto. Agradeço a todos aqueles que tornaram possível este esforço intensíssimo de testar estes profissionais de saúde”.

Relacionadas

Portugal inicia processo de vacinação contra a Covid-19. Já foi administrada a primeira vacina 

A primeira vacina foi administrada ao médico e professor António Sarmento, diretor do serviço de infecciologia no Centro Hospitalar de São João, no Porto. “É evidente que o risco não é zero, mas também não é zero para nenhuma medicação ou vacina nova que se venha a desenvolver”, disse.

“Quando posso ser vacinado?”. DGS lança simulador sobre a vacina contra a Covid-19

Portugal inicia este domingo a primeira fase de vacinação contra a covid-19, mais de nove meses depois do primeiro caso registado no país, numa iniciativa que abrange ao longo dos próximos dois dias os 27 estados-membros da União Europeia. Simulador da DGS permite uma data aproximada sobre quando poderá ser vacinado.
Recomendadas

Conferência do Jornal Económico debate os grandes temas de 2023

O auditório principal do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) recebeu na passada sexta-feira, 16 de setembro, a conferência do sexto aniversário do Jornal Económico.

Primeiro-ministro espanhol testou positivo à Covid-19

Sánchez não disse se estava a sentir-se doente ou se iria cancelar outros compromissos na próxima semana.

Portugal registou 18.315 mil casos e 37 mortes de Covid-19 na última semana

A Direção-Geral da Saúde contabilizou mais 2.049 infeções em comparação à semana anterior.
Comentários