Validações na linha do aeroporto do Metro do Porto cresceram quase 150% em 2022

“Por comparação com 2021, a Linha Violeta (E) alcançou […] a evolução mais expressiva (148,9%), algo que se explica pela retoma da atividade turística depois de dois anos marcados pelas contingências e quebras decorrentes da pandemia de covid-19”, pode ler-se nos dados da Metro do Porto enviados em resposta à agência Lusa.

A linha do Metro do Porto que serve o aeroporto Francisco Sá Carneiro, na Maia, registou um crescimento de 148,9% no número de validações em 2022 face a 2021, o maior da rede, segundo dados enviados à Lusa.

“Por comparação com 2021, a Linha Violeta (E) alcançou […] a evolução mais expressiva (148,9%), algo que se explica pela retoma da atividade turística depois de dois anos marcados pelas contingências e quebras decorrentes da pandemia de covid-19”, pode ler-se nos dados da Metro do Porto enviados em resposta à agência Lusa.

No total, a Linha Violeta (E) registou 978.878 validações em 2022, um crescimento de 148,9% face a 2021, mas ficando ainda 14,1% abaixo do valor de 2019 (1.139.539), o melhor ano de sempre da Metro do Porto.

Em 2022, a Metro do Porto ultrapassou as 65 milhões de validações (65.109.015), tendo este sido “o segundo melhor ano de sempre em termos de procura (8,9% abaixo do primeiro melhor, que foi 2019 [71,4 milhões])”, segundo a empresa.

“Outubro foi o mês mais concorrido do ano passado, com mais de 6,4 milhões de validações”, seguindo-se novembro (6,3 milhões) e maio (seis milhões).

O total da rede registou um crescimento de 56,1% de validações face aos 41,7 milhões registados em 2021, tendo a Linha Amarela crescido 58,6% e o Tronco Comum (entre Estádio do Dragão e Senhora da Hora) 55,6%.

O maior número de validações no ano passado registou-se no Tronco Comum, representando 51,7% das validações totais (33,1 milhões), numa média diária de 107.588.

Em termos de linhas, a mais utilizada continuou a ser a Amarela (D), entre o Hospital São João e Santo Ovídio (Vila Nova de Gaia), representando 30,1% do total (20 milhões).

No restante, a Linha Azul (A) representou 5,4% do total, a Vermelha (B) 4,9%, a Verde (C) 3,6%, a Laranja (F) 2,9% e a Violeta (E) 1,4%.

Em termos de médias diárias de validações em toda a rede, a dos dias úteis foi de 211 mil validações, a dos sábados 124 mil, a dos feriados 119 mil e a dos domingos 88 mil.

No total, a média diária de validações em 2022 foi de 178 mil viagens por dia.

O Tronco Comum registou uma média diária global de 90,9 mil validações (107,5 mil nos dias úteis), a Linha Amarela de 54,9 mil (65,7 mil nos dias úteis), ficando as restantes linhas com números diários globais abaixo das 10 mil validações.

Recomendadas

Premium“Vamos continuar a trabalhar as duas marcas em separado”

Neves e Almeida e CEGOC vão trabalhar em autonomia e com equipas de gestão próprias, mantendo a identidade de cada marca.

Moçambique/Ataques: TotalEnergies pede avaliação a especialista humanitário

A petrolífera quer saber se há condições para retomar o projeto de exploração de gás que estava a construir na região.

CP alerta para perturbações na circulação entre 8 e 17 de fevereiro devido a greves

A empresa indicou também que a informação será atualização, caso venham a ser definidos serviços mínimos pelo Tribunal Arbitral.
Comentários