Valor do Twitter subiu 85% antes da oferta de Musk

A Brand Finance acredita que a marca pessoal de Elon Musk será benéfica e positiva para o Twitter.

Twitter

A marca Twitter viu o seu valor aumentar ainda antes da oferta de aquisição de Elon Musk. O valor aumentou 85% para 5,7 mil milhões de dólares, de acordo com o relatório da Brand Finance, empresa de consultoria de avaliação de marcas.

Segundo o relatório, o aumento significativo na avaliação da empresa do pássaro azul está relacionado com as ofertas da marca aos seus utilizadores, ou seja, as opiniões de líderes políticos, empresariais ou desportivos.

Para a Brand Finance, a nova avaliação “apoia uma potencial visão para a marca Twitter, que ainda não foi comercializada”. O crescimento significativo na avaliação da empresa melhorou a sua posição no ranking, elevando-a do 36º lugar para o 26º.

“O interesse de Musk no Twitter sublinha um aspeto muitas vezes negligenciado pelas marcas. Eles são cruciais não apenas para chamar a atenção do consumidor mas também para influenciar o comportamento dos investidores”, apontou Richard Haigh, diretor administrador do Finance Brand.

Para Haigh, “o interesse de Musk no Twitter e os [44] mil milhões que está preparado para investir são a consequência, em grande parte, ou a força da sua marca. Da mesma forma, apesar de toda a controvérsia, a marca pessoal de Musk pode ser benéfica para o Twitter”.

No entanto, a subida do Twitter não alterou a posição da marca mais valiosa do mundo. O Google manteve a posição que ocupava no ano passado, apresentando ainda uma subida de 38% para 263,4 mil milhões de dólares.

Inicialmente, os ganhos da Google foram drasticamente alterados, uma vez que a empresa depende fortemente da publicidade para sobreviver e os investimentos eram algo incertos. Mas com os ajustes à nova realidade, e com os consumidores cada vez mais presentes no mundo online, a publicidade regressou em força e as receitas da Google recuperaram, algo que se observou posteriormente no valor da marca.

Relacionadas

Tesla perde 126 mil milhões depois de Musk dar empresa como garantia na compra do Twitter

Mas não é só o foco que levou a que milhares de investidores retirassem o seu dinheiro da Tesla. Muitos não gostaram do plano de financiamento proposto pelo próprio Musk para a compra do Twitter, em que metade do dinheiro será proveniente da Tesla.

Respostas Rápidas: Twitter comprado por 44 mil milhões de dólares. O que está em causa?

A operação foi aprovada, por unanimidade, pelo conselho de administração, mas está sujeita à ‘luz verde’ quer dos reguladores quer dos restantes acionistas da empresa de São Francisco. É o caso dos fundos detidos pelo grupo Vanguard, que têm mais de 10% da rede social.
Recomendadas

CEO da Electronic IDentification: “Estivemos quase a desaparecer duas ou três vezes”

Iván Nabalón, fundador e CEO da Electronic IDentification, conta ao JE como quer aumentar os clientes digitais dos bancos e seguradoras.

Uberização do mercado das entregas deverá continuar a crescer

Empresas que trabalham para o sector da logística e transporte acreditam que a concorrência das plataformas digitais veio para ficar.

Navigator paga dividendo de 0,1406 euros por ação a 7 de junho

A partir do dia 3 de junho (inclusive), as ações serão transacionadas em mercado regulamentado sem conferirem direito ao dividendo, diz a empresa.
Comentários