Valor gerado pelo Vinho Madeira sobe 39%

Foram vendidos 662,2 mil litros de Vinho Madeira no primeiro trimestre.

A receita gerada pelas vendas de Vinho Madeira subiu 39,6%, para os cinco milhões de euros, no primeiro trimestre, indicam os dados da Direção Regional de Estatística (DREM).

No primeiro trimestre foram vendidos 662,2 mil litros de Vinho Madeira, mais 7,3% face ao período homólogo.

As exportações para a União Europeia chegaram aos 1,6 milhões de euros, o correspondente a 332,8 mil litros, o que significa uma descida de 8,6% em quantidade vendida e uma subida de 2,9% no valor gerado.

Para o mercado nacional foram vendidos 106,7 mil litros, gerando 920,5 mil euros. Desse total, 84,3 mil litros e 694,3 mil euros foram de vendas efetuadas na Região Autónoma da Madeira.

“Este aumento estará relacionado com o incremento da atividade turística na Região Autónoma da Madeira (RAM) no primeiro trimestre de 2022, por comparação com o período homólogo, traduzido pelo crescimento das dormidas no alojamento turístico em 467,7%. Por sua vez, as exportações para os países Terceiros atingiram os 222,7 mil litros, produzindo uma receita de 2,5 milhões de euros, o que representa crescimentos de 8,6% e 46,3%, respetivamente”, refere a DREM.

Do total de vendas 72,9% correspondeu a vinho engarrafado, “vendido em média a 9,33 euros/litro (6,98 euros/litro no primeiro trimestre de 2021). O restante vinho foi vendido a granel a um preço médio de 2,70 euros/litro (mais 0,23 euros/litro que em período homólogo)”, sublinha a DREM.

Nas vendas para a União Europeia, Espanha, Países Baixos, e Luxemburgo tiveram crescimentos expressivos, enquanto que a Alemanha apresentou uma grande quebra.

No mercado extracomunitário o Japão teve um forte crescimento tal como o Reino Unido e a Suíça, enquanto que a China apresentou uma quebra. Os Estados Unidos tiveram uma quebra nas vendas mas o valor gerado pela comercialização de Vinho Madeira apresentou uma subida.

Recomendadas

PS questiona eficácia da “tardia” estratégia regional contra a pobreza na Madeira

O PS requereu um debate protestativo sob tema a pobreza na Região Autónoma da Madeira, o qual ocorreu esta quarta-feira, dia 18, na Assembleia Legislativa da Madeira (ALRAM). A Secretária regional de Inclusão e Cidadania, Rita Andrade, participou no debate.

IHM procura mitigar problema da desertificação do centro do Funchal

Neste sentido, a IHM tem procurado divulgar os principais programas de apoio habitacional disponibilizados, destacando o Programa de Recuperação de Imóveis Degradados (PRID), bem como dos apoios financeiros que são concedidos para o arrendamento, como é o caso do PRAHABITAR, e o Programa de Apoio a Desempregados (PAD).

Funchal encaminha 20% do total de resíduos produzidos para reciclagem

O Funchal produz cerca de 62.000 toneladas de resíduos urbanos por ano.
Comentários