Vamos a isso, 2016?

Estamos a poucas horas de dar início a mais um ano e nada como aproveitar a ocasião para reflectir sobre o que correu bem e menos bem. Já pensou naquilo que vai melhorar em 2016? No que não vai querer repetir? Sente-se preparado para os desafios que o ano novo lhe vai trazer? No livro […]

Estamos a poucas horas de dar início a mais um ano e nada como aproveitar a ocasião para reflectir sobre o que correu bem e menos bem. Já pensou naquilo que vai melhorar em 2016? No que não vai querer repetir? Sente-se preparado para os desafios que o ano novo lhe vai trazer?

No livro “The Creative Economy: How People Make Money from Ideas”, John Howkins partilha com os leitores 10 regras para o sucesso pessoal e profissional de um empreendedor. Segundo o próprio, são regras recolhidas por pessoas que trabalham há vários anos na indústria criativa tanto em pequenas como em grandes empresas. Aproveite para tirar algumas dicas e construir o melhor ano que aí vem.

  1. Reinvente-se. Crie o seu próprio cluster de talentos pessoais. Tenha confiança na sua imagem e saiba apresentá-la. Seja único. Abandone os estudos universitários, se assim o desejar, mas nunca deixe de aprender. Seja ambicioso por novas ideias. Não importa de onde elas vêm. O que importa é que você faz com elas. Se está aborrecido, faça outra coisa qualquer. Esteja certo quanto aquilo que sabe e não sabe fazer e procure melhorar-se a cada dia.
  2. Coloque as suas prioridades em ideias e não em informação. Treine a sua imaginação. Crie um ficheiro de Excel onde contabiliza o seu capital intelectual. Perceba de patentes, copyrights, marcas, e outras formas de protecção de ideias. Contrate os melhores advogados. Na economia criativa, muitas vezes as pessoas estão mais preocupadas se vão perder a habilidade de pensar do que se a empresa vai perder dinheiro.
  3. Seja “nómada”. Pessoas que se consideram “nómadas” sentem-se em casa onde quer que estejam. Você pode escolher o seu próprio caminho e formas de viajar, e escolher quanto tempo quer ficar. Ser nómada não quer dizer estar e sentir-se sozinho, muito pelo contrário. O escritor Charles Handy considera que os líderes de qualquer empresa devem saber combinar “a consideração e estima pelas pessoas” vs “a capacidade de se distanciar” quando necessário. Da mesma forma que um empreendedor precisa tanto de estar com uma equipa como também saber estar sem ninguém, pensar em grupo e também sozinho.
  4. Defina-se pelas suas capacidades de raciocínio e estimulação mental e não pelo título do trabalho que alguém lhe deu. Se está a trabalhar na empresa X ou no projecto Y, é mais interessante dizer que está a trabalhar no projecto Y na empresa X. Empresas de computadores tentam vender “soluções de negócio” aos seus clientes. Na economia criativa todos partilhamos soluções criativas uns com os outros.
  5. Aprenda sempre mais. Seja curioso. Inove. Utilize os seus contactos. Se não conseguir encontrar as pessoas certas, comece sozinho. Corra riscos e faça coisas desnecessárias. Muitas vezes são actos aparentemente inúteis que nos levam a descobertas interessantes.
  6. Trate o virtual como trata a realidade e vice-versa. A vida online e nas redes sociais são só mais uma dimensão de todas as que a vida contém. Não julgue a realidade baseado na tecnologia mas sim por assuntos mais importantes como a verdade e a humanidade. Ter acesso à internet é inútil se não tiver o que dizer e não existir uma real comunicação. Misture sonhos e realidade para criar o seu próprio futuro.
  7. Seja afável. Não há nada melhor que saber lidar com as pessoas à sua volta de uma forma agradável e simpática. Diga “por favor” e “se não se importa” muitas vezes e realmente sinta a verdade nessas palavras. As pessoas tratam-se umas às outras como se tratam a si mesmas. Se for simpático terá, também, mais possibilidades de criar uma maior rede de contactos e de receber mais conhecimentos.
  8. Admire o sucesso de forma descontraída. Não se fixe na ideia de “sucesso” desta ou daquela maneira. Esteja, também, curioso quanto à possibilidade de falhar. Pessoas criativas são as mais que se julgam a si próprias por conta dos seus sucessos e erros. Lembre-se da frase “nunca vai ganhar se não souber perder”.
  9. Seja ambicioso. Vá em frente com os seus sonhos e desejos.
  10. Divirta-se. Dance como se ninguém estivesse a olhar para si. Pare de testar e comece a experimentar. Não se vai arrepender.

 

Recomendadas

Conferência “Poupar e Investir para um Futuro Melhor” a decorrer em Lisboa, com o apoio do Jornal Económico

A conferência é organizada pela Optimize Investment Partners, sociedade gestora portuguesa que disponibiliza uma gama de soluções de investimento para diversos perfis de risco e objetivos. Moderada por Nuno Vinha, subdiretor do Jornal Económico, consiste numa palestra de 30 minutos de cada um dos quatro oradores, um coffee break e uma mesa redonda com espaço para perguntas e respostas e interação com a plateia.

SIBS: mais de um quinto do valor gasto na Black Friday foi em compras online

O comércio online continua a ganhar peso nas compras em Portugal. Dados da SIBS revelam que 22% do valor gasto na última Black Friday foi em compras online, um peso que bate por muito os 18% do ano passado.

União Europeia, G7 e Austrália limitam barril de petróleo russo a 60 dólares

Os 27 estados-membros da UE chegaram a acordo, esta sexta-feira, no estabelecimento de um teto máximo para o preço do petróleo russo nos 60 dólares por barril. Os sete países mais industrializados do mundo (G7) e a Austrália juntam-se na decisão.