“Vamos manter a nossa presença no mercado e surpreender!”

A coleção de Natal que Eugénio Campos nos traz este ano é “acima de tudo, uma coleção com muita criatividade, inspirada na família e no sentimento, e pensada para que seja uma coleção de gerações”, garante o seu criador.

Quem é o Eugénio Campos?
O Eugénio Campos é pai, joalheiro, um lutador, um líder, e um homem que acredita nos seus projetos e no seu trabalho.

Como nasceu a sua paixão por este sector?
Nasce principalmente a partir do momento em que crio a marca Eugénio Campos, com coleções próprias que se distinguem no setor. Depois, ao longo do tempo, o trabalho tornou-se numa verdadeira paixão. E o trabalho que faço é com satisfação, com gosto e grande empenho.

O que caracteriza a marca Eugénio Campos?
A marca Eugénio Campos é uma marca portuguesa com notoriedade, prestígio, e que se distingue de todas as outras marcas pela criatividade, pela elegância, pela sensualidade e, acima de tudo, pela diferença que faz nas mulheres que usam as joias Eugénio Campos.

Joalharia é emoção?
Joalharia é emoção, é paixão, é um ‘lifestyle’.

Tem alguma peça que traga sempre consigo?
Sim, tenho algumas joias que trago sempre comigo, particularmente o escapulário onde tenho simbolizados os meus filhos.

Os seus filhos também gostam de joias?
Sim, os meus filhos também gostam bastante de joias e têm algumas que usam diariamente.

O Porto é uma nação?
O Porto é uma cidade e região que oferece uma vivência que se diferencia em toda a europa. É especial. Este é o meu Porto.

É ‘ferranho’ do Futebol Clube do Porto?
Não! Sou do Futebol Clube do Porto, mas, acima de tudo, sou desportista e português. Gosto do FCP, da Seleção Nacional, mas também gosto que qualquer clube português ganhe lá fora.

Qual o seu destino de eleição?
Adoro o Algarve e também gosto muito de Miami.

Um restaurante onde faz questão de voltar…
O Vinha Boutique Hotel.

Estilo é…
Estilo é uma forma de ser, uma forma de estar, é a característica de alguém e também a forma de nos apresentarmos. Mas, acima de tudo, é o nosso gosto e é sentirmo-nos bem connosco quando nos sentimos bem com a vida. Esse é o meu estilo.

O que caracteriza a sua coleção para este Natal?
Esta coleção de Natal é caracterizada pelo ‘glamour’ e pela diferenciação. É, acima de tudo, uma coleção com muita criatividade, inspirada na família e no sentimento, e pensada para que seja uma coleção de gerações.

Os diamantes são “o melhor amigo de uma mulher”?
Os diamantes são o melhor investimento na joalharia, amigos da joalharia e conseguem também ser os melhores amigos da mulher e do homem.

Quais as joias mais procuradas pelos homens?
Cada vez mais o homem procura joias modernas que o ajudem a diferenciar-se no seu próprio estilo.

Que adversidades tem encontrado ao longo do seu percurso como empresário?
As adversidades têm sido as crises económico-financeiras, que têm claramente dificultado o crescimento da empresa. E o facto de o nosso mercado ser um mercado com pouca dimensão. Mas a maior adversidade é claramente o facto da generalidade dos portugueses não terem o poder de compra que a média europeia tem. A falta do poder de compra é o que mais dificulta o investimento dos portugueses em joias de valor.

E que recompensas?
A grande recompensa é o reconhecimento pelo percurso da marca e a notoriedade e prestígio que a marca Eugénio Campos tem no mercado. E, a nível pessoal, a maior recompensa é reconhecerem-me como joalheiro, e dos melhores joalheiros. É muito gratificante sentir que as pessoas percebem que o Eugénio Campos é uma referência como joalheiro, mas também como homem, na sociedade portuguesa.

Que balanço faz de 2022?
2022 foi um bom ano, um ano de ‘rentrée’, e no qual conseguimos ultrapassar as grandes dificuldades que a Covid 19 nos trouxe. 2022 permitiu reestabelecer a dinâmica e implementar toda a estratégia e o plano de investimento da marca. Percebemos que o mercado continua a procurar a marca. Este ano foi também de muito trabalho, empenho e criatividade. Considero-o um ano de grande sucesso.

E perspetivas para 2023?
Estamos a preparar um ano com muita dinâmica, onde iremos apresentar novas coleções e projetos. Vamos também manter a nossa presença no mercado e surpreender! Estamos bem preparados para responder às dificuldades que possam surgir em 2023, sendo que estamos a planear um ano em que vamos ser bastante criativos e muito fortes naquela que é a dinâmica de comunicação, a implementação do nosso projeto e desenvolvimento da nossa marca no mercado nacional e internacional.

Recomendadas

Grandes nomes da fotografia norte-americana do séc. XX na Casa dos Cubos

A coleção “Farm Security Administration” é um dos mais extraordinários arquivos fotográficos da História e está agora em exposição no Centro de Estudos de Fotografia – Casa dos Cubos, em Tomar, até dia 19 de março.

Balena cria materiais biodegradáveis para a moda

A Balena criou um termoplástico biodegradável e compostável que pode ser integrado nos processos de fabrico de vestuário existentes.

Celebrar 20 anos de KINO, a mostra de cinema de expressão alemã

De 2 a 8 de fevereiro, o Goethe-Institut Portugal traz a Lisboa o melhor cinema da Alemanha, Áustria, Suíça e Luxemburgo. Mas não só. Fazendo jus ao mote deste ano, “Novos Começos”, o cinema de expressão alemã vai estender-se a outras três cidades: Lagos, Coimbra e Porto.
Comentários