VdA reforça área de imobiliário com Miguel Marques dos Santos

Vieira de Almeida reforça equipa com Miguel Marques dos Santos, vindo da Garrigues. O advogado protagonizou várias operações de grande dimensão nos últimos anos.

A Vieira de Almeida & Associados (VdA) reforçou a sua área de imobiliário com Miguel Marques dos Santos, um dos advogados portugueses que mais se têm destacado nesta área nos últimos anos.

Miguel Marques dos Santos vem da Garrigues e vai passar a sócio de Imobiliário & Ambiente da VdA a partir de janeiro, anunciou o escritório liderado por João Vieira de Almeida, numa nota ao Jornal Económico.

“A entrada de Miguel Marques dos Santos prossegue o investimento muito sério que temos feito no reforço das nossas capacidades no setor Imobiliário – um dos principais motores da economia nacional – e projeta um futuro de forte afirmação e crescimento sustentável da área de prática, que continuará a ser liderada pelo sócio Pedro Ferreirinha”, disse João Vieira de Almeida.

Licenciado em Direito pela Universidade Católica, Miguel Marques dos Santos foi um dos sócios fundadores da Leónidas, Matos & Associados e da Roquette, Vaz Pinto & Marques dos Santos, tendo ingressado na Garrigues em 2000. Foi no escritório ibérico que Marques dos Santos mais se destacou na assessoria a várias operações imobiliárias de grande dimensão, numa altura em que o mercado português tem captado o investimento de grandes fundos internacionais que procuram ativos a bom preço. Uma das operações assessoradas por Miguel Marques dos Santos foi a venda dos ativos da Lusort, em Vilamoura, uma operação no valor de 200 milhões de euros.

A contratação do sócio de imobiliário da Garrigues é a mais recente aposta da VdA, após ter integrado várias dezenas de advogados vindos da Miranda, no ano passado. Em entrevista ao Jornal Económico, em setembro, João Vieira de Almeida admitia vir a realizar reforços em áreas-chave da estratégia do escritório, mas não abriu a porta a novas integrações à escala da realizada com a equipa vinda da Miranda.

Garrigues reforça equipa com Jorge Salvador Gonçalves

Entretanto, a Garrigues compensou a saída de Miguel Marques dos Santos com a vinda de Jorge Salvador Gonçalves, no início de novembro, tal como o Jornal Económico noticiou. Jorge Salvador Gonçalves veio da Jardim, Sampaio, Magalhães e Silva & Associados, tendo antes liderado a equipa de direito imobiliário da Linklaters em Portugal.

Mas a VdA e a Garrigues não são as únicas firmas a apostar cada vez mais na área de imobiliário. Esta semana, também a ABBC anunciou o reforço do seu departamento Imobiliário e Registos e Notariado, com as contratações dos advogados Paulo Anjo e Joana Oliveira Pratas. “As duas contratações visam dar resposta às crescentes solicitações dos dois departamentos”, referiu o escritório em comunicado.

Recomendadas

PremiumPorto Law Summit debate sociedades multidisciplinares

As sociedades multidisciplinares – formadas por advogados e outros profissionais – estão a chegar. O bastonário Luís Menezes Leitão, que se recandidata ao cargo, não está disponível para as aceitar.

Diferendo entre Ordem dos Advogados e Conselho de Deontologia de Lisboa volta “à estaca zero”

O despacho deixa o recurso apresentado em janeiro desse ano pelo bastonário, Luís Menezes Leitão, novamente por decidir, contrariando o próprio entendimento que esta 3.ª Secção do CS havia tido anteriormente.

Advogados do caso BES querem Supremo a decidir pela manutenção de Ivo Rosa no processo

Na terça-feira a providência 24/22, deu entrada no Supremo e ficou decidido como relator o juiz conselheiro Manuel Capelo, segundo a “TSF”.
Comentários