Vem aí a primeira acusação do processo EDP

O Ministério Público vai dividir o processo EDP em duas partes e avançar já no outono com a primeira acusação.

O Ministério Público vai dividir o processo EDP em duas partes e avançar já no outono com a primeira acusação contra Ricardo Salgado, Manuel Pinho e Alexandra Pinho, devido aos valores pagos pelo Grupo Espírito Santo em troca de alegados favores de Pinho enquanto ministro da Economia, avança o Novo.

A mesma publicação refere que os factos relacionados com a EDP, António Mexia e Manso neto, e a contratação de Pinho pela Universidade Columbia ficam para uma segunda acusação.

Todos os factos relacionados com a EDP, e que envolvem, por exemplo António Mexia e João Manso Neto, continuarão a ser investigados pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).

Recomendadas

Grupo da transportadora aérea Sevenair aumenta receitas devido aos cursos de piloto

A Sevenair Academy viu o EBITDA fixar-se ligeiramente acima dos 2 milhões de euros no ano passado.

Sérgio Figueiredo contratado para consultor de Fernando Medina

O contrato estende-se por dois anos e Sérgio Figueiredo deverá receber um ordenado equiparado ao de um ministro.

SINTAC reúne com DGERT e ANA/VINCI para discutir serviços mínimos a assegurar agosto

Em causa estão ainda outras medidas defendidas pelo sindicato, desde o aumento de salários, para fazer face à inflação, até ao reforço dos recursos humanos.
Comentários